• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

DIREITO DE SONHAR

Enfim está chegando o dia! O dia que povoava nossos sonhos mais ambiciosos. Não há degrau mais alto a subir. É neste sábado o confronto que todos esperavam, entre os MAIORES times dos dois principais Continentes do Planeta Bola. O Campeão da Champions contra o da Libertadores da América.

Depois de fazermos o Brasileiro ficar parecendo o Carioca, e desbancarmos o time mais badalado das Américas, agora, só nos resta mesmo encarar o considerado “Melhor do Planeta”. E é possível que seja mesmo, pois até alguns jogadores nossos os consideram assim.
MAS, E DAÍ ?


Não me cego para o favoritismo deles, claro que não. Seria um erro. Mas isso não me impede de achar que temos capacidade, SIM, de jogar de igual para igual contra eles. Podemos perder? Podemos! Só DUVIDO MUITO que o Mister coloque nosso time atuando de forma Covarde (como nos acostumamos a ver nossos conterrâneos jogando essa mesma competição), só se defendendo e esperando por uma bola.

Se pretendem erguer essa taça (o que jamais conseguiram) vão ter que jogar mais do que a gente, querer mais do que a gente, correr e marcar mais do que a gente. Não chegamos nessa final por acaso. Nosso time trabalhou muito, treinou muito, lutou muito, jogou o futebol MAIS bonito deste século e, mais do que qualquer outro, MERECE estar nela.

Estamos falando do confronto de um trabalho de 5 anos contra outro de apenas 5 meses, é verdade. Mas isso não é o bastante para diminuir a IMENSA confiança na capacidade do nosso treinador, de nos preparar, tatica e psicologicamente, para um confronto dessa importância.

É verdade que não temos um elenco na casa dos 5 BI, como o valor atribuído ao deles, mas nossos 15/16 titulares são de altíssimo nível também. Além disso, todos nós sabemos (e já sentimos na própria pele) que, no que se refere a Futebol, o “improvável” fica MUITO distante do “impossível”.

Se não formos suficientemente bons para vencê-los, vou ficar triste? Claro que sim!
Por MEIA HORA !!!
Passado esse tempo, vou encarar o fato como se eles apenas tivessem empatado o confronto em finais conosco e, sem o menor constrangimento, voltarei a COMEMORAR PRA CACETE esse 2019. Motivos pra isso não faltam.

Conquistamos TUDO que estava dentro da nossa realidade. Chegamos ao nosso DÉCIMO Título Nacional, ao BI da Libertadores, já somos, no mínimo, vice Mundiais e praticamos o futebol mais bonito e alegre das últimas décadas. Tá bom pra vocês? Pra mim tá!!!
Nosso Povo não pediu o Mundo de novo? Pois, quem está em uma Final de Mundial, já está no Topo do Mundo.

O que eu espero de verdade é um confronto equilibrado, disputado, uma exibição de futebol proporcionada pelos dois maiores times do Mundo. Uma partida que seja lembrada pra sempre, como uma referência em matéria de qualidade do futebol praticado.

Embora alguns amigos me considerem “excessivamente otimista”, nunca vim pra cá trazer falsas esperanças ou tentar maquiar a realidade. E, dessa vez, a realidade é que os favoritos são eles. Só que isso não nos retira o direito de sonhar e muito menos a obrigação de acreditar. O futebol que praticamos no último semestre impõe isso a todos nós. Fora a certeza que, mesmo diante de um adversário tão poderoso, não vamos alterar nossa forma de jogar. Vamos Jogar À LA Flamengo e, como é a característica desse time, lutar ATÉ O FIM.

PRA CIMA DELES, MENGÃO !!!

Escrito por Ricardo Perez