| Futebol

2014: Um ano ímpar para o remo rubro-negro

Medalhas, conquistas e visitas marcaram o dia a dia da sede náutica da Gávea

Um ano de amadurecimento e troca de experiências. Assim pode ser definido o 2014 do remo rubro-negro. Em meio a intercâmbios, competições, convocações para a seleção e vitórias, os atletas do Flamengo viveram uma temporada única, que muito tem a acrescentar para o futuro do esporte na Gávea.

Parcerias e intercâmbios

Foram vitórias e conquistas de diferentes categorias do remo, mas provavelmente os frutos mais importantes a serem colhidos não foram as medalhas. Ao longo do ano, várias parcerias foram estabelecidas começando pela utilização de uma aparelhagem desenvolvida pela UFRJ que mede vários fatores relacionados ao barco e ao atleta, e que tende a melhorar o rendimento dos remadores.

Também em 2014, a Gávea recebeu a delegação britânica campeã olímpica. Os atletas que treinarão na sede náutica do clube durante os Jogos Olímpicos de 2016, vieram ao Brasil. Na oportunidade, os quarenta e dois remadores aproveitaram para contar um pouco de suas experiências para os rubro-negros. O  auge da visita ficou por conta dos 21 ergômetros (aparelhos que simulam o movimento de remar em terra) cedidos pelo comitê e que ficarão no clube até 2016, sendo essenciais para elevar o potencial dos atletas rubro-negros.

Após a visita britânica, foi a vez da delegação Chinesa fazer uso da sede da Gávea. O Flamengo abriu suas portas para auxiliar na preparação de alguns atletas chineses para o Campeonato Mundial Júnior. E, mais uma vez, os rubro-negros aproveitaram para absorver o máximo de informação e conhecimento que fosse possível dos atletas estrangeiros de alto nível.

Encerrando o ciclo de visitas de 2014, foi a vez de receber a Seleção de Canoagem do Canadá, também se preparando para os Jogos Olímpicos de 2016. Na oportunidade, os atletas aproveitaram para reforçar a importância de visitas como essa para conhecer melhor o lugar onde competirão e aumentar as chances de sucesso no futuro.

Resultados

Ao longo de 2014, os remadores rubro-negros honraram o histórico de sucesso do clube. Em março, data da primeira etapa do Estadual, os remadores rubro-negros faturaram logo de cara cinco ouros, quatro pratas e quatro bronzes, com destaques especiais para Fabiane Beltrame e Bia Tavares, que fizeram dobradinha na Single Skiff Aberta. O constante bom rendimento da primeira, lhe rendeu uma convocação para os Jogos Sul-Americanos do Chile. Por lá, defendendo a seleção brasileira, Fabiana conseguiu uma medalha de prata, no single skiff peso-leve, e uma medalha de ouro, no single skiff aberto.

Ainda pelo time nacional, pelo Campeonato Sul-Americano Júnior e sub-23, disputado no Uruguai em abril, Sophia Py ganhou bronze no Single Skiff Júnior e Bia Tavares faturou ouro no Single Skiff Peso-Leve sub-23, com mais de dez segundos de diferença para a segunda colocada. 

Na segunda etapa do Estadual, o remo rubro-negro não decepcionou novamente. Os cinco ouros, as quatro pratas e os sete bronzes serviram novamente para destacar o alto nível dos atletas do clube. Alto nível esse ressaltado por Sophia Py, ao garantir sua participação nos Jogos Olímpicos da Juventude.

Os meses de junho e julho trouxeram a conquista da terceira etapa do Estadual para o remo rubro-negro e a garantia da participação de Fabiana Beltrame, Bia Tavares, Willian Giaretton e Thiago Almeida no Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015.

O mês de maior importância para os atletas do Flamengo foi setembro. Além de se sagrarem campeões da Regata da Escola Naval, disputada no Estádio de Remo da Lagoa, os rubro-negros também faturaram a quinta etapa do Estadual. 

Para fechar o ano, os remadores do Flamengo levaram mais uma etapa do Campeonato Estadual. Já os juniores fecharam em segundo lugar o Brasileiro da categoria, provando que ainda existem muitas vitórias em um futuro bem próximo. Quer apoiar a formação destes e outros atletas rubro-negros sem gastar um centavo? Basta apoiar o Anjo da Guarda Rubro-Negro. Você pode investir nos esportes olímpicos deduzindo até 6% do seu imposto de renda devido, sem gastar nada. Clique aqui para ajudar e saber mais.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/20124/2014-um-ano-impar-para-o-remo-rubro-negro

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.