30 mil ingressos vendidos para o adeus de Julio Cesar no Maracanã

30 mil ingressos vendidos para o adeus de Julio Cesar no Maracanã

A torcida do Flamengo vai prestigiar o goleiro e ídolo Julio Cesar e comparecerá em peso na partida contra o América-MG, sábado, pelo Campeonato Brasileiro. O duelo, válido pela segunda rodada, marcará a despedida do camisa 12 e mais de 30 mil rubro-negros já garantiram ingressos. O Setor Norte está esgotado.

Contratado em fevereiro, Julio Cesar assinou contrato de apenas três meses com o Flamengo. A opção foi do goleiro, que desejava voltar ao clube que o revelou antes de se aposentar. Líder, o camisa 12 só atuou em uma partida pelo Campeonato Estadual, contra o Boavista em vitória tranquila por 3 a 0.

O clube da Gávea também reforçou o procedimento para a retirada de gratuidades garantidas por lei, que não são mais realizada em dia de jogo.

Confira o comunicado divulgado pela assessoria do Flamengo:

"Atenção: a retirada das gratuidades previstas por Lei para menores de 12 anos, PNE e maiores de 65 anos para Flamengo x América-MG começará a partir desta quinta-feira na bilheteria 01 do Maracanã e bilheterias da Praça N. S. Auxiliadora na Gávea. Os ingressos serão nominais e não haverá retirada no acesso no dia da partida.

Sobre gratuidade para menores de 12 anos, somente o responsável legal poderá retira-lá com a apresentação dos documentos originais ou cópia autenticada que comprovam o benefício e o vínculo legal com o menor. Nenhuma outra pessoa poderá retirar este ingresso."


Boa venda para duelo contra Emelec

O Flamengo também informou que mais de 25 mil ingressos já foram vendidos para o duelo contra o Emelec, no dia 16 de maio pela 5ª rodada do Grupo 4 da Libertadores. As entradas para o Setor Norte para esta partida estão esgotadas.

O jogo contra o Emelec marcará o reencontro da torcida com o time na Copa Libertadores. Contra o River Plate-ARG, na estreia da competição, e contra o Santa Fe-COL, na terceira rodada nesta quarta-feira, o Flamengo não terá o apoio dos torcedores por conta da pena imposta ao clube pelos episódios de violência que marcaram o dia da decisão da Copa Sul-Americana de 2017, contra o Independiente, da Argentina, em dezembro, no Estádio do Maracanã.