Os moldes do negócio até não oneraram muito o Fla. O argentino veio por um empréstimo sem custos e o clube só começou a pagar seus salários em junho, quando ele retornou aos gramados depois de se recuperar de uma grave lesão no joelho. Só que, desde então, foram apenas 39 minutos em campo

A evolução física do meia não convenceu as comissões técnicas que passaram pela Gávea. A não utilização do jogador, que chegou a ser motivo de atrito com o antigo comandante Zé Ricardo, vem sendo repetida por Reinaldo Rueda nesta largada de trabalho.

Tudo se encaminha para que Conca volte à China no final do ano. Completamente desmotivado por não receber chances no Flamengo, o jogador se arrasta para um fim de temporada que tem tudo para ser melancólico - e recheado de cobranças a diretoria rubro-negra. 

​​