| Futebol

A insanidade na fritura de Zé Ricardo

flameng - A insanidade na fritura de Zé Ricardo

Caros Rubro Negros,

Ah, o que seria do Flamengo sem essa aura de turbulência a todo momento que nos é tão peculiar? Quando se pensa que o assunto da vez é um logo outro acontecimento toma conta do noticiário e da mente dos Rubro Negros. A bola da vez segunda feira era o técnico Zé Ricardo, grande responsável pela enorme crise (???) pela qual o Flamengo passa hoje. E mesmo com a mudança completa de foco por conta da excelente contratação do Everton Ribeiro, acho importante falar sobre esse processo de fritura esdrúxulo que parte da torcida quer impor ao nosso técnico.

Nos mais de 2 anos que escrevo essa coluna sempre fiz um esforço enorme para falar com vocês de forma simples e ao mesmo tempo trazendo uma opinião racional, tentando sempre deixar o lado torcedor em segundo plano. E por mais incômodo que que isso possa ser, não farei diferente agora. Sinceramente, os pedidos da cabeça do ZR em uma bandeja de prata que tenho visto me parecem absolutamente despropositados. E já peço perdão pela enorme coluna, mas peço a paciência do meu leitor. Esse assunto precisa ser debatido.

“Ah, mas você não é Flamengo. Não é possível que você não veja que o time esta muito mal”. Calma lá amiguinho. Antes de julgar a minha torcida ou a minha análise ao menos faça uma força para ser menos passional e mais racional ao avaliar a questão. Vejam as pérolas que aparecem quando vamos ver as críticas ao nosso técnico:

*Flamengo 3º colocado do Brasileiro 2016: Sempre começa com a BALELA de que o Flamengo tinha obrigação de ser campeão brasileiro em 2016 e não foi por CULPA do Zé Ricardo. Mesmo com a troca de técnico, com o elenco fechado em julho para agosto e mesmo com todo o problema de logística que foi enfrentado ano passado. Mesmo com todo o desgaste do elenco. O contexto não importa. É mais fácil culpar o técnico do que tentar entender todas as questões envolvidas. E ai sempre caímos na conversa que não temos que comemorar o 3º lugar. Como se alguém tivesse ido as ruas para comemorar tal “façanha”. Que piada.

*Vexames: Ah, os vexames. Enchem a boca pra falar da desclassificação na atual Libertadores e também da derrota para o pequeno Palestino, novamente sem ligar de forma alguma para qualquer ponderação. E logo em seguida pedem “o Flamengo de volta”. Um Flamengo que ganhou 3 títulos importantes em 20 anos ( Mercosul em 99, Copa do Brasil em 2006 e o Brasileiro de 2009). Comparam 20 anos com 4, dizendo que bom era quando, nesses 20 anos, tinhamos um brilhareco qualquer e depois eram 2 ou 3 anos brigando para não cair. “Ah, mas era bom por que ganhávamos o Carioca”. Sem mais…

Posição na tabela: Estamos na 4ª rodada. E já na 4ª rodada já temos questionamentos sobre a nossa posição em relação a outros times. Apenas 4 rodadas….isso beira a insanidade. Me digam quantos times foram campeões na era “pontos corridos” e estavam na liderança na 4ª rodada do campeonato? Agora, me digam quantos ocupavam essa mesma posição e nada conquistaram ao fim do ano? No mais, basta olhar a posição dos outros “favoritos” na atual tabela para concluir que: 1- É muito cedo ainda. 2 – O campeonato aqui é muito difícil e equilibrado. Bom senso faz bem de vez em quando.

Desempenho: É um fato que o desempenho do time caiu. Caiu quando o Diego se machucou e caiu muito mais nos jogos contra o San Lorenzo e contra o Atlético GO. Contudo, acredito que pensar nisso sem ponderar sobre os desfalques que tivemos é até leviano. Diego, Everton, Berrio, Donatti, Ederson, entre outros que ficaram de fora menos tempo como o Guerrero e o Mancuello. Todos titulares ou jogadores que brigam por posição. Usem a cabeça amigos…nem o Barcelona vai manter o nível de desempenho do time com tantos desfalques. Desempenho que, por sinal, apresenta melhora depois do tenebroso jogo contra o time goiano. Basta ter o mínimo de boa vontade para ver. E a tendência é melhorar mais. E rapidamente.

3 volantes: o Mauro Cezar Pereira já explicou 2 vezes ao menos isso. NÃO É UM ESQUEMA COM 3 JOGADORES EXECUTANDO FUNÇÃO DE VOLANTES DE FATO. Tenho certeza que ele é mais qualificado do que eu para explicar isso. Mas recomendo muito que alguns torcedores vejam esses vídeos. Enriquece o conteúdo do debate. Sai da mesmice.

Isso sem falar os achaques de sempre: Paneleiro, amante de perebas, complô contra os estrangeiros, retranqueiro, covarde, burro, frouxo e outras coisas que lembram mais matérias de revistas de fofocas do que uma discussão futebolística com o nível mínimo exigido. E o que mais me espanta é a autoridade com a qual alguns falam. “Ah, como o Zé Ricardo é burro. Por que ele escalou jogador “A” quando eu tenho certeza absoluta que seria muito melhor o jogador “B”? Isso do auto do sofá do cidadão, de frente a TV, com uma cerva na mão e com um Smartfone na outra. Algumas vezes até no afã até de se tornar mais um desses “famosinhos” do Twitter, destilando seu veneno sem o menor pudor. Mas sem saber quase nada da parte tática do jogo, nem pra onde vai um treino. Sem acompanhar o dia a dia do clube, sem conhecer os jogadores e sem ter a mínima noção do que acontece num vestiário. Opinião todo mundo pode e deve ter. Mas a certeza na hora de condenar as escolhas tomadas assusta. Muito. O tom e o volume das críticas também.

“Ah, mas não é possível que você esteja gostando do que está vendo. Você só pode ser torcedor de chapa, de diretoria, de técnico. Aqui é Flamengo”. Calma amiguinho. Pra começar, se eu tivesse direito a voto na eleição passada, sequer teria votado no Bandeira. No mais não é questão de gostar ou não. É questão de ser sensato na hora de avaliar. E de entender que troca de técnico é algo que tem que ser feito em último caso. Algo que não é o nosso caso. “Mas em 2009 trocamos e fomos campeões. Em 2013 também”. É. E em 2010, 2011, 2012, 2014, 2015 e 2016 também trocamos. E não fomos campeões de nada relevante. Assim como em 2007,2008,2005,2004,etc. Troca de técnico tem que ser algo muito bem pensado, planejado e motivado. Não pode ser a maré da torcida. Senão cai na ciranda do nosso futebol, que nunca evolui, entre outras coisas por isso. Dirigentes sem convicção, que contratam mal e demitem pior ainda. Amadores que a qualquer sinal de pressão demitem e contratam técnicos, como escudos para a própria incompetência. Espero sinceramente que nossa diretoria não caia nesse erro novamente.

E já falei outras vezes aqui que acho perfeitamente normal o torcedor ser absolutamente emotivo. E nisso fazer “avaliações” que beiram a infantilidade, tais como sempre vincular um bom trabalho a títulos de imediato, por exemplo. Afinal, o torcedor quando torcedor não tem obrigação ( e muitas vezes nem vontade ) de tentar entender as nuances e detalhes que cercam um clube de futebol. Estrutura, logística, planejamento… tudo isso é blablabla para alguns. Se foi campeão é bom. Se não foi é péssimo. Ainda mais um torcedor carente de grandes conquistas recentes, como o nosso. Torcedor que saber de bola na rede. Até ai Ok. Contudo, com o advento das redes sociais a voz desse torcedor é cada vez mais audível. E juntando isso com esse torcedor que acaba por tentar ser analista temos um problema: Uma análise completamente emotiva. Desprovida do mínimo de imparcialidade. Que exagera nos problemas e ignora as qualidades. Que foge de qualquer debate mais profundo. Que ignora qualquer ponderação. Que não se da ao trabalho de sequer tentar compreender o motivo de certas escolhas, preferindo sempre a chacota, o deboche, a ofensa, a gritaria, a crítica pouco construtiva e descontextualizada. O famoso corneta.

Notem que eu não acho que o Zé Ricardo é incontestável. Apesar dos bons números que tem e do claro plano de jogo que o Flamengo costuma exibir quando tem seu elenco minimamente em condições, o momento é ruim e é óbvio que existem coisas que tem que melhorar. Por exemplo, acho um retrocesso imenso manter o Gabriel no elenco. Também acho que o Vaz deveria ficar no banco, seja pro Juan, zagueiro monstruoso, ou pro jovem Leo Duarte. Também é notório que nosso contra ataque precisa melhorar muito. Mas me espanta a convicção de alguns nas críticas. Me espanta enormemente a soberba em alguns comentários. Não que eu ache as divergências de opinião algo negativo. Mas é tamanha a certeza de alguns que eu até aconselho que mandem seus currículos para o Flamengo, uma vez que tamanha segurança em certas afirmações e críticas só pode esconder um talentoso técnico, injustiçado pelo destino, pronto para ser descoberto e brilhar.

É amigos. Acho absurdo que nesse momento peçam a cabeça do ZR. Torço muito para que os próximos resultados sejam positivos e que nossa diretoria não caia no círculo vicioso de trocar de técnico a qualquer momento por pressão de torcedores. Seria um retrocesso monstruoso. Seria um começo do zero que não nos beneficia em nada neste momento. Eu sei que é difícil para o torcedor entender, mas paciência se faz necessária. Estamos em um momento delicado. Em termos de estrutura,elenco e planejamento nunca estivemos tão bem. E tenho certeza que isso se reverterá em vitórias e glórias. Entre erros e acertos o trabalho da comissão técnica é bom. E como torcedores precisamos sair do “lugar comum” de torcedor raivoso. É preciso apoiar e ter paciência. Tenho convicção no trabalho que vem sendo feito. Muita glórias nos aguardam. Quem viver, verá.

Opine, elogie, critique…Participe!! E se você ainda não é Sócio Torcedor…faça o seu imediatamente!!! O seu maior benefício é ver um Flamengo cada vez mais forte!!

Pixotada: Rever. Péssima partida do nosso zagueiro contra o Botafogo. Se fosse o Vaz a Flasofá já tinha surtado…

Cumpriu tabela: Zé Ricardo. Então… você também precisa se ajudar Zé. O Vaz não pode voltar no próximo jogo. Você também precisa entender o seu momento Zé. Por melhores que sejam suas ideias e o seu trabalho, os frutos só poderão ser colhidos por você se você estiver ai…

Golaço: Diego. Finalmente nosso maestro atual voltou da sua contusão. É notório a falta que ele faz pra esse time. Prevejo melhora já no jogo de quarta feira.

Golaço: Vinícius Júnior. Como joga fácil esse garoto. Pena que não vai ficar por aqui muito tempo. Mas é tempo suficiente para nos ajudar muito e mostrar um pouco do seu talento. Com calma, tranquilidade, tenho certeza que nos dará muitas alegrias.

Golaço: Everton Ribeiro. Excelente contratação. Tenho certeza que será muito útil ao Flamengo. Mas…ele não ia pro Palmeiras???

Golaço: Rodrigo Caetano. Então…Ao ler as palavras do empresário do Everton Ribeiro e ver os termos divulgados até o momento sobre a negociação, só tenho uma palavra a dizer: Parabéns!

Seção Gato Mestre: De um lado o Campeão Brasileiro de 1987, entre outras muitas glórias. Do outro, um genérico metido a besta, minúsculo, que vive na nossa aba a 30 anos. Ganharemos. E será o ponto de partida para um segundo semestre glorioso. Sport 1×2 Flamengo.

Luiz Henrique Amorim

contato@colunadoflamengo.com

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2017/06/insanidade-na-fritura-de-ze-ricardo/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.