| Futebol

A Lateral Esquerda

flameng - A Lateral Esquerda

Fundamental, complexa e tradicional, assim podemos definir a posição de lateral no futebol brasileiro e no Flamengo. A posição, que é praticamente uma invenção brasileira, tem seus grandes nomes em vermelho e preto. Com Pará e Rodinei em bom nível para 2017, o lado esquerdo merece atenção especial.

Fica difícil imaginar que possamos contar apenas com o talento de Jorge para a posição. Jorge precisa de uma sombra. Mais do que isso, precisamos de alguém que, mesmo no banco, tenha capacidade suficiente de substituir o garoto que encanta grande parte da Nação e desagrada alguns.

Fato é que Jorge, hoje, já é uma realidade. Um talento que sofreu no bando montado por Muricy e que evoluiu e voltou a mostrar sua qualidade com Zé Ricardo. Muitos observam sua lentidão para um lateral, eu prefiro observar o refino técnico e personalidade.

Embora concorde com a teoria de que Jorge pareça, em alguns momentos, preguiçoso, acho que essa intensidade virá com o tempo. Como fã do garoto, já o quis na meia, onde acho que poderia fazer a diferença, mas a qualidade que mostra a cada dia me faz querer observar ainda mais sua evolução tática e técnica.

Jóia da base e encontrado quase por acaso em mais um erro de planejamento do nosso departamento de futebol, podemos dizer que Jorge está com os dias contados no Flamengo. Com apenas vinte anos, o lateral dono da camisa 6 do Flamengo iniciará o ano de 2017 na mira do futebol europeu. A possibilidade de uma negociação só aumenta a necessidade de alguém para a mesma posição.

Chiquinho que viria pra ser reserva sequer conseguiu chegar perto de ser considerado útil. Michael, nome interessante da base, merece MUITA atenção, mas o problema é o agora. Jorge precisa de alguém útil e pronto para substituí-lo em caso de lesão ou venda.

Dentro desse cenário, resolvi listar rapidamente alguns nomes que poderiam ser úteis.

Um dos meus favoritos, Marcelo Hermes, estava no Grêmio. Afastado por não querer negociar sua renovação, tem seu nome como certo no Benfica. O clube português teria fixado uma multa bem robusta (45 milhões de Euros) pelo jovem gaúcho.

Dener Assunção, da queridíssima Chapecoense, tem 25 anos e aparentemente, não demandaria um grande investimento, mas está merecidamente valorizado. Não é de um primor técnico de outro mundo, mas é bem equilibrado e corresponde muito bem no quesito vigor.

Lateral do time que sonha com o nosso título de 87, Renê é mais um nome que consta na maioria das listas. O lateral tem mais um ano de contrato com o genérico pernambucano e uma negociação deveria ser complexa e arrastada.

Do rebaixado América Mineiro, Danilo Barcelos também já foi cogitado. Confesso que ele só seria uma opção caso nosso objetivo fosse trazer dois nomes de uma só vez, ficando com 3 opções para o setor e já preparando o terreno para uma possível saída de Jorge. Ele começaria o ano como meu terceiro nome. Tem mais um ano de contrato.

Por fim, mas não menos importante, Miguel Trauco. A imprensa diz que o lateral peruano do Universitario de Deportes já tem acordo verbal com o Flamengo. Trauco não me parece o nome ideal pra posição. É mais um que poderia ser uma opção interessante em caso de um superpovoamento da posição. Marca mal e precisaria daquela tal adaptação.

Sim, eu apostaria em mais de um nome. Hoje, podendo trazer apenas um desses e considerando o destino do Marcelo Hermes, traria o Dener, da Chape.

E vocês?

Thigu Soares
Twitter: @thigusoares

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2016/11/a-lateral-esquerda/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.