| Futebol

A Nova casa do Flamengo: Bom ou Ruim?

flameng - A Nova casa do Flamengo: Bom ou Ruim?

Salve Nação mais linda do Mundo! Pois é, passada a surpresa pela confirmação da Ilha do Governador como casa do Flamengo para o ano que vem, ou até pelos próximos 6 os (três anos com opção de renovação por mais três), comecei a tentar analisar a nova casa do Flamengo.

Primeiramente vamos olhar pelo lado técnico da situação, o campo é acanhado, como será trocado o gramado, terá um tapete que favorece tecnicamente times compactados e com bom toque de bola. O Flamengo que hoje joga no 4-2-3-1 já conseguiu evoluir em compactação, mas ainda peca na aproximação entre seus meias e seu centroavante, e precisa melhorar na eficiência dos passes, onde não figura entre os 4 melhores do brasileiro.

O Estádio tem infraestrutura limitada, o que não permitirá grande ampliação de lugares além do que hoje já comporta, algo em torno de 15 mil torcedores. Digamos que com uma boa engenharia, o Flamengo consiga ampliar o mesmo para 25 mil lugares, ainda assim será pequeno para a torcida rubro-negra, mas tem tudo para se tornar um verdadeiro caldeirão.

As arquibancadas são coladas ao campo, e dão um tom de pressão que a torcida rubro-negra sabe fazer mais que qualquer uma no Brasil. Pode se tornar, a exemplo do independência, um alçapão do Urubu.

Ainda pensando tecnicamente, é impossível não relembrar que o Flamengo percorreu mais de 27 mil km, o que atrapalhou toda a logística de treinamentos e impactou diretamente na departamento de fisiologia do clube (um dos melhores e mais bem equipados do país), que teve que fazer mágica para garantir que o time continuasse jogando em alto nível. Com um estádio no Rio, finalmente isso acaba, e a ideia de ter um elenco mais enxuto e mais preparado fisicamente finalmente poderá ser implementada.

Financeiramente, a questão é mais complexa, se tecnicamente não há dúvidas que o clube ganha, o mesmo não se pode dizer tão veementemente sobre a nova casa, quando a questão é grana.

Com a capacidade reduzida do estádio, mesmo que lotado em todos os jogos o Flamengo perde muito em bilheteria, para se ter ideia no jogo contra o Corinthians, onde tivemos aproximadamente 55 mil pagantes, a renda bruta foi de mais de R$ 3,2 milhões, e a líquida de R$ 1,5 milhão. Considerando o mesmo ticket médio, o Flamengo teria renda líquida de R$ 500 mil caso jogasse na Arena.

Nos outros estádios por onde jogou, o Flamengo também conseguiu uma boa renda, afinal podia cobrar ingressos mais caros pelo fato de ser “novidade”, aqui no Rio, o preço dos ingressos tende a cair, logo sua arrecadação também.

Os custos de manutenção do estádio são bem menores que o Maracanã, ficando aí um ponto positivo, já que em jogos de menor apelo, o Flamengo praticamente pagava para jogar no Maracanã. Na Arena, embora tenha lucro reduzido, o risco de prejuízo é bem pouco já que as despesas também são menores.

Outro ponto a favor pode ser a grana que o Flamengo pode embolsar com os famosos Naming Rights, que são os direitos de nomear a Arena. Em 2005, a Arena fora chamada de Arena Petrobrás, que viabilizou a construção e adequação da mesma, com parceiros o Flamengo pode buscar investidores que ajudem no projeto e taxa de manutenção e nomeiem a Arena, garantindo aí uma verba extra.

Mais um ponto a favor, pode dar conta do Programa de Sócio torcedor, já que tem menos lugares, os sócios terão privilégios na hora de garantir seu lugar, e os que tem planos mais altos, mais privilégio ainda. É possível, que haja uma migração para os planos mais altos, garantindo assim a entrada de mais grana nos cofres rubro-negros.

Aliada a todas essas coisas, o Flamengo agora passa a contar com poder de barganha em relação ao seu maior objetivo, a concessão do maracanã, agora com um estádio, o Rubro-negro pode se negar a jogar no estádio, se as condições não lhe forem favoráveis.

Por essas e por outras, a “aquisição” da Arena da Ilha, torna-se um golaço da diretoria Rubro-negra, que contornando o planejamento do orçamento com bilheteria, tem muitos pontos a seu favor na Nova casa do rubro-negro.

Sendo assim, que a Arena seja um lugar de muitas vitórias, muitos títulos e muitas felicidades para essa Nação que está demonstrando apoio irrestrito pelo Brasil afora, mas que sabe a real necessidade de ter um lugar para chamar de seu.

SRN!

Jerônimo Simeão Júnior

Concorda? Discorda? Comente! Ah! e se quiser saber mais sobre o Mengão segue lá no Twitter @JeronimoSJunior!

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2016/11/nova-casa-do-flamengo-bom-ou-ruim/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.