| Futebol

'À vontade' no cargo, Mozer é apresentado no Fla: 'É um orgulho voltar'

Ex-zagueiro, novo gerente de futebol rubro-negro, disse que terá liberdade para trabalhar e não teme repetir insucessos de outros ídolos que viraram dirigentes do clube

flameng - 'À vontade' no cargo, Mozer é apresentado no Fla: 'É um orgulho voltar'

Ídolo do Flamengo, Mozer está de volta à sua casa. Ao lado do presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Melo, e de Rodrigo Caetano, diretor executivo de futebol, o ex-zagueiro foi apresentado como novo gerente de futebol do clube. Com sotaque português fruto dos 29 anos em que viveu no país europeu, Mozer falou como será seu trabalho e não escondeu o orgulho de retornar ao Rubro-Negro.

- Para mim é um motivo de orgulho retornar para essa casa. Cheguei com 15 anos e fiz meu percurso todo como jogador. Tive passagens na Europa como treinador, aprendi muito. A experiencia que adquiri nesses anos contribuiu para meu regresso e espero ajudar bastante - disse o ex-zagueiro.

Mozer chega para supervisionar o dia a dia dos jogadores e da comissão técnica. O ex-zagueiro também vai avaliar jogadores no profissional e na base.

- Quero agregar ideias, Zé Ricardo está completamente receptivo a discussão que venhamos a ter. Espero que a gente consiga contribuir para o que o Rodrigo deseja. Dividir funções mais específicas, de avaliar jogadores, esquema, de achar que A, B ou C têm condições de ficar. D, E ou F podemos não precisar, porque custa entrar no processo, isso tudo é trabalho do gerente - disse Mozer.

Questionado se está satisfeito com atual hierarquia do futebol do Fla, Mozer disse que sim e que terá total liberdade para trabalhar no departamento como braço direito de Rodrigo Caetano.

- Sim! Dividimos bem o trabalho. Estou extremamente à vontade para desempenhar minha função. Já conversei com o técnico Zé Ricardo. Então estamos com o pensamento parecido para o trabalho.

Outros ídolos do Flamengo, como Zico e Júnior, já ocuparam cargos no departamento de futebol rubro-negro, mas não tiveram sucesso. Mozer não quis avaliar o trabalhos dos ex-companheiros, mas garantiu que tem o aval da diretoria para efetuar suas funções no cargo com autonomia.

- Não posso falar do trabalho do Zico e do Júnior porque não estava lá. Eu posso falar atualmente do meu trabalho hoje e do que vou fazer. Foi me passado toda a liberdade para fazer o trabalho que tenho fazer. Não sei se eles tiveram isso. Estamos conectados para trabalhar em equipe, dividir responsabilidades. Então isso é um indicador de confiança. e espero ganhar com isso no presente e no futuro."

Após a contratação de Mozer, surgiu uma especulação de que o nome dele para a função surgiu em um grupo rubro-negro do aplicativo Whatsapp. Porém, o presidente Bandeira de Melo tratou de negar essa versão e explicou como foi o processo.

- Isso é muito engraçado, mas vamos deixar claro. O Flamengo não contratou o Mozer por causa de um grupo do 'WhatsApp'. Foi todo um processo que veio desde o ano passado. Vários candidatos foram entrevistados. Chegados a conversar detalhes da função com uns seis candidatos. e acabou se chegando no nome do Mozer porque ele é ídolo da torcida, por toda sua história no grupo. Então achar que ele chegou por meio de grupo de 'WhatsApp' chega até a ser engraçado. Vocês conhecem nossa competência e esse tipo de versão não vai prosperar - disse o mandatário do Fla.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/vontade-cargo-mozer-apresentado-fla-orgulho-voltar.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.