Na manhã desta quinta-feira (19), os muros da Gávea amanheceram pichados com palavras de ordem, direcionadas principalmente ao presidente Eduardo Bandeira de MelloAlguns jogadores do elenco, como Diego e Willian Arão, também não foram poupados das críticas.

De acordo com o ​UOL Esportes, o Rubro-Negro já tomou as medidas de segurança cabíveis para evitar novos episódios de vandalismo na sede social do clube.

​​Com o empate em casa, o Flamengo chegou à cinco pontos no grupo 4 da Libertadores. Apesar de liderar a chave, o time carioca ainda terá dois confrontos complicados pela frente, fora de casa: River Plate e o próprio Santa Fé, na Colômbia.

​​