Advogado de Guerrero vê brecha para reviravolta e atacante pode ir à Copa do Mundo

Advogado de Guerrero vê brecha para reviravolta e atacante pode ir à Copa do Mundo

Paolo Guerrero foi punido com 14 meses de afastamento pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), que é a terceira e última instância para julgar o caso de doping. Até então, a situação era tratada como definitiva. Contudo, o advogado Pedro Fida, que é um dos responsáveis pela defesa do peruano, garante que ainda há como reverter o atual panorama.

Fida concedeu entrevista à Rádio Bandeirantes, durante o programa “Resenha, Futebol e Humor”. Diferente do que era indicado anteriormente, o advogado afirma que o Superior Tribunal Federal Suíço é a possível solução para conseguir a liberação do atleta. Isso porque a entidade seria capaz de anular a decisão do TAS.

— Ainda cabe recurso definitivo junto ao Superior Tribunal Federal Suíço para a gente tentar anular essa decisão. A gente está dependendo da fundamentação do TAS para entrar com recurso, sem ela a gente não consegue trabalhar com prazo —, disse ele.

Fida admitiu ainda que até os advogados estão confusos com a postura do TAS. Além disso, ele alega que a fundamentação da decisão ainda não foi recebida, o que deixaria a decisão ainda mais inconsistente.

— É uma grande injustiça o que está acontecendo. Até os advogados estão confusos. O TAS cometeu um grande erro porque não notificou ainda a fundamentação da decisão. O que fica claro é uma inconsistência do sistema antidoping no futebol.