| Futebol

Advogado não descarta permanência de Darío Conca por mais tempo no Fla

Marco Motta faz questão de dizer que o meia é um ídolo no Shangai SIPG, mas destaca que chegada do Oscar pode abrir espaço para uma nova negociação

flameng - Advogado não descarta permanência de Darío Conca por mais tempo no Fla

Apesar de ter sido emprestado ao Flamengo até o fim de 2017, Conca pode permanecer na Gávea por mais tempo. Em entrevista ao "Seleção SporTV", Marco Motta, advogado do meia, não descartou uma nova negociação e disse que a chegada do brasileiro Oscar ao Shangai SIPG pode facilitar um eventual desejo do time carioca. Motta, porém, fez questão de afirmar que o argentino é ídolo dos torcedores chineses e tem muito prestígio junto aos dirigentes. O retorno do jogador ao futebol brasileiro foi facilitado pela estrutura do clube rubro-negro, que será usada na recuperação de uma cirurgia no joelho esquerdo.

- Essa é questão que precisa ser resolvida em outro momento. A lógica das negociações com os chineses é diferente da lógica das negociações com os europeus, por exemplo, e com o futebol brasileiro (...). Os chineses têm esse interesse em ter sempre o jogador, principalmente se ele é ídolo. As diretorias dos clubes chineses são sensíveis aos sentimentos dos torcedores. O Conca é um grande ídolo do clube, mas houve essa contratação do Oscar. É um contrato longo, um contrato enorme que o Oscar assinou lá e nós vamos ter que resolver essa situação no final do ano. O Conca ainda vai ter um ano de contrato com o clube da China e não foi ventilado em nenhum momento como será após o fim do empréstimo. O foco principal é a recuperação do atleta, que já vem fazendo essa recuperação. Eu estive com o Conca na semana passada nos Estados Unidos e ele já estava há mais de dois meses em tratamento intensivo. Falei com ele há pouco e ele estava em tratamento dobrado e  vai continuar agora no Flamengo.

LEIA MAIS:
+ Estrutura no Ninho foi decisiva para trazer Conca, diz Bandeira de Mello
+ Fla anuncia Conca, lembra foto com Guerrero e brinca: "Só falta o Mickey"
+ Godinho espera Romulo e Marinho, mas avisa: "Temos dois por posição"
+ Jornalista relembra volta de Conca ao Flu e diz que meia é uma aposta do Fla

De acordo com o advogado, a negociação para a liberação do meia demorou um pouco pela  busca por reforços dos chineses Oscar. Marcos Motta voltou elogiar a estrutura do Flamengo e afirmou que a questão financeira não foi essencial para o êxito rubro-negro.

- Foi uma negociação que já vinha acontecendo há algum tempo (...). Os chineses estavam um pouco indecisos, a situação do Conca não estava muito bem definida. Em função das contratações do clube chinês e a própria contusão. Isso atrapalhou a negociação que foi finalizada de ontem para hoje. Mas já temos uma relação antiga com o clube chinês, desde a primeira passagem do Conca, na renovação de contrato. Isso claro que ajudou, e o que Flamengo colocou à disposição para a recuperação do jogador foi muito importante. Ele é um jogador valioso, tem um contrato substancial na China. Ele ainda tem dois anos de contrato. Essa questão financeira não foi o principal fator que motivou os chineses a liberarem Conca. Mas sim com a recuperação do atleta, que é muito importante. E o Flamengo fez uma bela apresentação, através do Flávio Godinho, do que poderia fazer pelo atleta na sua recuperação. Enfim, isso seduziu o clube chinês a liberar o jogador para o Brasil por um ano.

<b>LEIA MAIS:</b>
+ Estrutura no Ninho foi decisiva para trazer Conca, diz Bandeira de Mello
+ Fla anuncia Conca, lembra foto com Guerrero e brinca: "Só falta o Mickey"
+ Godinho espera Romulo e Marinho, mas avisa: "Temos dois por posição"
+ Jornalista relembra volta de Conca ao Flu e diz que meia é uma aposta do Fla

O argentino, que em seu país vestiu apenas a camisa do River Plate profissionalmente, chega ao seu terceiro clube no Brasil, todos cariocas. Jogou pelo Vasco entre 2007 e 2008, ano em que se transferiu para o Fluminense. Na primeira passagem pelo Tricolor, encerrada em 2011, viveu o seu auge e foi o protagonista na conquista do Campeonato Brasileiro 2010. Valorizado, foi para a China defender o Guangzhou Evergrande. Voltou ao Fluminense em 2014, onde ficou até ser negociado com o Shangai SIPG.


Fonte: http://sportv.globo.com/site/programas/selecao-sportv/noticia/2017/01/advogado-nao-descarta-permanencia-de-dario-conca-por-mais-tempo-no-fla.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.