| Futebol

Afinados, João Paulo e Eduardo chegam ao quarto gol em jogada fatal

Croata repete partidas contra Sport, Galo e Bahia com cabeçada certeira após cruzamento do lateral. Todos os sete gols do atacante pelo Fla saíram da esquerda

A fórmula é simples, até mesmo manjada, mas tem sido infalível para o Flamengo na arrancada contra a zona de rebaixamento: João Paulo sobe até a linha de fundo e cruza na área para Eduardo da Silva, sempre bem posicionado, escorar de cabeça e fazer o gol. Na vitória por 2 a 1 sobre o Figueirense, quarta-feira, no Orlando Scarpelli, pela 27ª rodada do Brasileirão, a dupla entrou novamente em ação para balançar as redes adversárias pela quarta vez na competição neste tipo de jogada.

A parceria de sucesso começou na vitória por 1 a 0 sobre o Sport, quando o atacante croata testou firme após assistência perfeita de João Paulo para vencer o goleiro Magrão. Depois, foi a vez de Victor, do Atlético-MG, ser vazado no triunfo rubro-negro por 2 a 1, no Maracanã; seguido de Marcelo Lomba, no revés do Fla também por 2 a 1 para o Bahia, na Fonte Nova. O entrosamento com Eduardo da Silva, por sinal, tem sido o ponto alto do lateral-esquerdo na passagem pela Gávea, após uma série de questionamentos - como na derrota para o Santos, no último sábado, quando foi vaiado no Maracanã.

Além dos quatro gols de Eduardo da Silva, João Paulo foi importante para o Flamengo com o mesmo tipo de jogada logo na estreia de Vanderlei Luxemburgo, com o cruzamento para cabeçada de Alecsandro que garantiu o 1 a 0. Já uma análise mais detalhada do histórico do atacante croata mostra uma tendência para marcar os gols em jogadas que têm início pelo lado esquerdo: todos os sete gols marcados com a camisa rubro-negra saíram dali.

Quando não é João Paulo, o garçom de Eduardo da Silva é Everton. Foi o camisa 22 que deu os cruzamentos para os gols diante de Coritiba, pela Copa do Brasil, e Fluminense, no Brasileirão. O sétimo tento marcado pelo camisa 23 foi sobre o Criciúma, no Heriberto Hülse. Dessa vez, ninguém deu assistência, mas o atacante completou para o gol praticamente vazio justamente após jogada de João Paulo para finalização de Everton, que desviou na zaga catarinense e sobrou limpa para conclusão fatal.

Domingo, a missão do Flamengo é complicada, contra o líder Cruzeiro, às 16h (de Brasília), no Maracanã, pela 28ª rodada do Brasileirão. João Paulo e Eduardo da Silva estarão juntos em campo, e a Raposa já está atenta: com os dois, o perigo vem pelo lado esquerdo e pelo alto.


Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.