| Futebol

Agora é pra valer!

Ganso?

Finalizada a Taça Guanabara ou o turno deste interminável, cansativo, chato, arrastado, desorganizado, decadente, deficitário Campeonato Estadual, agora começa efetivamente o que restou de interessante desta disputa, as fases semi-final e final. Nestas semi-finais, vamos nos defrontar contra o Vasco com a vantagem dos empates, desde que haja igualdade de resultados nos dois jogos. Já nas finais, se der Botafogo cederemos esta vantagem ao time da Série B. Para este primeiro confronto contra o Vasco, contaremos com as voltas de Everton, Canteros, Arthur Maia e a grata surpreza de última hora, o atacante Paulinho. Certamente os dois primeiros serão titulares absolutos, supomos  que tanto o meia Arthur, quanto o atacante Paulinho estarão no banco, guardados para uma eventualidade de jogo,  até o momento nosso técnico ainda não declinou a equipe que entrará em campo. Também iremos contar com a volta ao comando do time do treinador Luxa, afastado nos dois últimos jogos pelas arbitrariedades impostas pela Ferj e os doutos do TJD e STJD. Apesar da perda de uma Taça GB praticamente garantida, entramos nestas finais com ares de favoritismo, temos mais time, treinador, camisa, torcida e tradição. Todavia, os jogos são no campo, estaremos sempre diante das subjetividades e incertezas que envolvem o futebol. 

Com toda certeza, não teremos nenhuma boa vontade da Federação e consequentemente dos homens das arbitragens. Todo o cuidado é pouco neste sentido, o que menos interessa a Federação, Eurico e seus comparsas, é um Flamengo Bi-Campeão do Estado. 
Uma muito possível conquista deste título, não poderá maquear as nossas deficiências e necessidades de mais alguns reforços para a continuidade das fases mais difíceis da Copa do Brasil, e do Campeonato Brasileiro que se inicia em maio.

 

Ganso?

Esta última investida rubro-negra em relação a contratação do meia argentino Motillo, deixou o comando do futebol do Flamengo cético em relação a um final feliz, os chineses estão intransigentes e inviabilizando a negociação. 
Já se comenta há algum tempo a possibilidade de um Plano B, guardadas as possibilidades das tradicionais "cavadas", o nome do meia do São Paulo Ganso tem aparecido na páginas. Jogador de grande técnica e habilidade, capaz de grandes jogadas, de até um lance decisivo. Porém, a letargia, a falta vontade, de garra sempre nortearam a carreira do jogador. Como seria diante da Nação Rubro-Negra, sempre tão exigente, principalmente na questão da entrega, do comprometimento com o "manto sagrado". O treinador Luxa já o comandou no Santos, tem pleno conhecimento de suas virtudes e defeitos. Será que o "pofexô" conseguiria tirar do Ganso um futebol verdadeiramente competitivo, obteria dele a intensidade que o futebol praticado hoje exige. Uma muito provável eliminação do S.Paulo na Libertadores poderia facilitar a transação, o clube do "morumba" já vive uma pré-crise. Segundo rumores, o salário do atleta ficaria em torno dos 500 mil Reias por mês. Valeria a pena o risco, somos "vacinados" com o fracasso do Cadu....
Questão pra lá de polêmica....O mercado não nos aponta muitas variedades de nomes...Com a palavra os amigos do FlamengoRJ.

 

Dia do Fico...Rubro-Negro

No dia 9 de janeiro de 1822, Dom Pedro I se insurgiu contra as ordens da Corte Portuguesa e resolveu ficar no Brasil, " se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico", assim se expressou D Pedro I quando deste importante episódio da História do Brasil.
Na última Sexta-feira dia 10 de abril, o treinador Luxa também teve o seu Dia do Fico. Agradeceu , se disse feliz com a lembrança e a proposta do São Paulo, mas preferiu continuar na Gávea. Hoje o Flamengo se tornou um clube mais atrativo para se trabalhar, salários em dia e perspectivas de futuro vitorioso. Agreditamos também que as raízes rubro-negras do treinador, tenham influênciado neste Dia do Fico...Rubro-Negro.

 

Histórias Rubro-Negras

Biguá, Bria e Jayme
 
Durante a  década de 1940, e  um bom período da década de 1950, era muito comum as equipes atuarem num sistema tático em que existiam as chamadas Linhas Médias. Algumas ficaram famosas no cenário do Futebol Brasileiro, no São Paulo Rui, Bauer e Noronha, no Vasco Eli, Danilo e Jorge e a talvez mais notável, Biguá, Bria e Jayme no Flamengo. 
O primeiro nome da linha média era o Half Direito, hoje o Lateral Direito, o segundo o Centro Médio, geralmente jogador clássico, tinha a função de saída de bola, distribuição de jogo e ajuda na marcação, uma espécie de primeiro Volante técnico e o Half Esquerdo, o hoje Lateral Esquerdo, juntamente com o  direito, na ocasião tinham preocupações mais defensivas. 
 Biguá, Bria e Jayme fizeram história no Flamengo, Biguá era o típico jogador Rubro-Negro, a raça era o seu 'carro chefe', a Nação Rubro-Negra o venerava e via ele como um símbolo de dedicação ao clube, um nome de grande importância na conquista do Tri Campeonato de 42, 43 e 44. O paraguaio Modesto Bria foi trazido para o Flamengo pelo apaixonado pelo 'mais querido', o  compositor e locutor esportivo Ary Barroso, jogador clássico tinha se destacado num Campeonato Sulamericano de seleções, Ary maravilhado com seu futebol, foi busca-lo num avião Bi-Motor no Paraguai onde atuava pelo Nacional de Assunção. Bria foi outra peça promordial para a conquista do nosso primeiro Tri Carioca. Mesmo depois de parar de jogar, Bria continuou na Gávea como funcionário do DP de Futebol, nas categorias de base ajudou também a revelar grandes jogadores, dentre eles Júnior, que conhecia das peladas nas areias da Praia de Copacabana e finalmente Jayme de Almeida, além da excelente técnica, Jayme primava pela disciplina, inclusive sendo detentor do Prêmio Belford Duarte, pois jamais fora expulso de campo em sua carreira, mesmo jogando numa função mais de marcação. Jayme também foi um dos esteios da conquista do Tri e a exemplo de Bria, continuou no clube como funcionário, atuando também nas categorias de base do Flamengo. 
 
Biguá atuou em 388 jogos e marcou 7 gols, Modesto Bria atuou em 369 jogos e marcou 8 gols e Jayme de Almeida atuou em 340 jogos e marcou 31 gols...

SRN


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.