| Futebol

Alecsandro fica revoltado com a arbitragem: "Tem que fazer milagre"

Atacante do Flamengo questiona pênaltis marcados e reclama do cartão amarelo recebido que o tira do próximo jogo, domingo, contra o Bahia

Os jogadores do Flamengo deixaram o campo inconformados com os pênaltis marcados contra a equipe no empate em 2 a 2 sobre o São Paulo, nesta quarta-feira, no Morumbi. No primeiro, aos 14 minutos da etapa inicial, Alexandre Pato tabelou com Alan Kardec e quando recebeu a bola dentro da área, caiu depois de passar por Márcio Araújo. Depois, logo no início do segundo tempo, a arbitragem apontou a penalidade num toque de mão de Samir claramente fora da área. Rogério Ceni bateu ambos, fez um e, no outro, parou em Paulo Victor.

O Flamengo já havia reclamado da arbitragem no Fla-Flu, quando condenou os critérios adotados na aplicação dos cartões, além de um empurrão de Fred sobre Chicão no lance em que originou. Na ocasião, o técnico Vanderlei Luxemburgo disse que a cobrança da falta não poderia ter sido autorizada.

Alecsandro Flamengo x São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)Alecsandro questiona a arbitragem no jogo contra o São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)

- Tem que fazer milagre, pegar pênalti. O segundo pênalti foi um metro fora da área. E o Samir em momento algum botou a mão na bola, fica difícil. A gente fica chateado pela situação. A importância de sair com a vitória era grande. Mas foi empate. Viemos fazer um jogo de igual para igual, em alguns momentos a gente sofreu, mas houve pelo menos um pênalti mal marcado, pelo que eu vi, então fica difícil - afirmou Alecsandro.

Além de lances capitais no jogo, o atacante ainda reclamou do cartão amarelo que recebeu no segundo tempo. Foi o terceiro e, com isso, está fora do jogo com o Bahia, domingo, na Fonte Nova.

- E agora ainda fico fora do jogo contra o Bahia. Não pode falar em campo. Pega a minha leitura labial e vê o que falei com ele. Reclamei que o Rogério estava atrasando o jogo, e o árbitro disse que eu estava falando demais. Resultado? Tomei o terceiro amarelo e estou fora do próximo jogo. Aí um trabalho que vem sendo feito corretamente, a equipe precisando de todo mundo, sai prejudicado - comentou Alecsandro.

Pega a minha leitura labial e vê o que falei com ele. Reclamei que o Rogério estava atrasando o jogo, e o árbitro disse que eu estava falando demais
Alecsandro

No intervalo, Márcio Araújo negou que tenha tocada em Alexandre Pato no lance em que o time da casa fez seu gol.

- Não foi nada, ele viu que dominou errado e se jogou – apontou o volante.

Mais revoltado, o zagueiro Wallace criticou a arbitragem. Segundo ele, o goiano André Luiz de Freitas Castro não viu a falta e só apitou depois de ser alertado pelo auxiliar atrás do gol do Flamengo.

- Se isso é pênalti, ele está de brincadeira. Ele tem que ter condição de marcar, e não ficar perguntando para o auxiliar. Ele não dá o pênalti, depois volta atrás. Não pode isso – afirmou o defensor.

Mais sereno, o goleiro Paulo Victor pediu que a diretoria do clube tome providências para evitar novos erros.

- Isso está acontecendo com frequência. A gente, a diretoria tem que começar a olhar, está nos prejudicando. Na minha opinião não foi pênalti o primeiro e o segundo foi fora da área. Ser humano comete erros, mas é sempre em cima do Flamengo - disse o goleiro.

Para a próxima rodada, quando Flamengo enfrenta o Bahia, na Fonte Nova, no domingo, o técnico Vanderlei Luxemburgo não terá o volante Cáceres e o atacante Alecsandro, que receberam o terceiro cartão amarelo contra o São Paulo.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.