| Futebol

Alegria para o Peru, nem tanto para o Flamengo

Guerrero repete boas atuações na seleção, mas ida para repescagem da Copa desfalcará time rubro-negro em quatro jogos

A boa temporada de Guerrero pelo Flamengo cruzou a fronteira e chegou ao Peru, onde o atacante foi decisivo para ida da seleção à repescagem para a Copa do Mundo. O problema é que, se de alguma forma o time rubro-negro contribuiu para o momento positivo do jogador e do próprio futebol peruano, ele será um dos maiores prejudicados com a presença dele na seleção de seu país.

Guerrero e o lateral-esquerdo Trauco, caso sejam convocados pelo técnico Ricardo Gareca para as partidas contra a Nova Zelândia, dias 6 e 14 de novembro, deverão desfalcar a equipe treinada por Reinaldo Rueda nos jogos contra Grêmio (5/11), Cruzeiro (8/11), Palmeiras (12/11) e Coritiba (15/11). Gaúchos e paulistas, vale destacar, são considerados adversários diretos na briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem.

Ironicamente, o desfalque de Guerrero, no momento atual, tem um peso maior do que em outros tempos. Apesar das decepções colecionadas pelo Flamengo em 2017, ele tem feito uma boa temporada. Com 20 gols marcados, já quebrou seu recorde pessoal desde que desembarcou no futebol brasileiro, em 2012, para defender o Corinthians. Quando defendeu Bayern de Munique e Hamburgo, na Alemanha, também não viveu fase artilheira tão relevante.

Aos 33 anos, ele parece viver o auge da carreira. Ídolo no Peru, está a dois jogos de finalmente alcançar um resultado à altura da idolatria que desperta. Caso leve sua seleção à Copa da Rússia, quebrará o jejum peruano de 36 anos sem participações em Mundiais.

- Estou otimisma. Iremos ao Mundial. Antes, por diversos fatores, não via isso, mas agora eu percebo um grupo, comprometido com o mesmo objetivo. Damos tudo em campo. O mais importante é que isso não pare aqui. Hoje estamos muito perto de uma Copa, depois de muito tempo. Temos de investir na base, fazer um trabalho social para não ficarmos tanto tempo longes do Mundial - afirmou ao site peruano El Bocón.

Fonte: https://oglobo.globo.com/esportes/alegria-para-peru-nem-tanto-para-flamengo-21936891

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.