A notícia do interesse colombiano não muda muito o cenário para o Fla, que segue confiando na palavra do treinador - que até agora não comunicou nada sobre uma possível saída. A Federação Colombiana também aceitaria que Rueda iniciasse seu trabalho apenas em janeiro de 2019, logo após o fim de seu contrato com o rubro-negro carioca.

Reinaldo Rueda já trabalhou em duas Copas do Mundo e nunca escondeu de ninguém que pretende voltar a comandar uma seleção. Naturalmente, a aproximação da Colômbia tem um peso especial, por se tratar do país do treinador. 

​​