| Futebol

Americano estreia bem, mas Fla bate facilmente o Botafogo pelo Carioca

Mais organizado, Rubro-Negro é superior e derrota rival, que teve o reforço de Phillip Flowers, sob olhares da torcida alvinegra pelo placar de 79 a 57 no Tijuca Tênis Clube

flameng - Americano estreia bem, mas Fla bate facilmente o Botafogo pelo Carioca

As equipes de Botafogo e Flamengo entraram em quadra nesta sexta-feira para um duelo válido pelo Campeonato Carioca de basquete no Tijuca Tênis Clube, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Mais organizado e superior tecnicamente, o time da Gávea, comandado por José Neto e com nomes fortes como Marcelinho Machado, Ronald Ramon, Olivinha, JP Batista e Marquinhos, não teve problemas para vencer o confronto pelo placar de 79 a 57. Do lado do Glorioso, destaque para os americanos Phillip Flowers, que fez sua estreia no time alvinegro, e Wesley Russel, bem principalmente no último quarto e, claro, para a torcida.

De acordo com o regulamento, só o time mandante pode ter seus torcedores nas arquibancadas. A organizada do Botafogo se atrasou e demorou bastante a entrar no Tijuca Tênis Clube, aparecendo nas arquibancadas apenas no segundo quarto do confronto. Os alvinegros presentes estiveram longe de lotar o ginásio, mas empurraram muito sua equipe e hostilizaram os rubro-negros em quadra, pegando no pé, principalmente, do veterano Marcelinho Machado. Mas pesou a tradição do Rubro-Negro, 11 vezes campeão do torneio, que saiu vitorioso. Trata-se da quinta vitória do Flamengo sobre o Glorioso desde que as equipes voltaram a se reencontrar no basquete em 2012, após ficarem 10 anos sem jogar um contra o outro pelo Carioca.

+ Eurico critica torcida única e tira onda: "Meu negócio é ganhar do Flamengo"

Tanto o Flamengo quanto o Botafogo tiveram desfalques no confrontos. Do lado do Glorioso, o experiente Rodrigo Bahia, com uma lesão no tendão do calcanhar direito, ficou fora. O capitão e armador Arnaldinho, com uma inflamação em cada um dos pés, apareceu de casaco no Tijuca Tênis Clube e acompanhou o jogo do banco, de onde ficou passando informações para seus companheiros ao lado do técnico Márcio Andrade durante o embate.

Enquanto isso, José Neto não pôde contar com o armador Pedrinho Rava e o ala-pivô Rafael Mineiro, em fase final de recuperação de lesão. Rava está fazendo um trabalho separado de preparação física, e Rafael já está vetado do próximo jogo do Rubro-Negro. Contratado pelo time da Gávea recentemente, o também armador Ricardo Fischer está completamente recuperado da cirurgia no ligamento cruzado anterior do joelho direito, mas foi poupado para, enfim, estrear no próximo confronto da equipe.

Com o triunfo, o Rubro-Negro chegou a duas vitórias em dois jogos. Já o Botafogo perdeu as três partidas que disputou neste torneio. O Flamengo agora jogará contra o Vasco da Gama, nesta segunda-feira, às 20h (de Brasília), também no Tijuca Tênis Clube. Desta vez, como mandante. 

Depois de alguns erros cometidos dos dois lados, o Flamengo abriu o placar com uma bandeja de Marcelinho, que entrou livremente no garrafão. Na base da técnica, Marquinhos ampliou de três. O troco veio com Abner na primeira cesta do Glorioso. Só que o Alvinegro errava muito no ataque e, ainda que cometendo falhas, o time da Gávea dominava amplamente. Estreante, o americano Phillip Flowers, de 1,96m, deu seu cartão de visitas com um chute longo certeiro. Mas a primeira parcial foi mesmo do grupo comandado por José Neto, que não teve problemas para fechar o placar em 29 a 12.

O Flamengo entrou um pouco desligado na segunda parcial, e o Botafogo se aproveitou. O estreante Flowers foi para o banco, voltando mais para o fim, e seu compatriota Wesley Russell, de 1,93m, ajudou na parte ofensiva, marcando inclusive uma bonita cesta de dois pontos. A equipe alvinegra chegou a reduzir bem a vantagem rubro-negra, mas o time de José Neto acabou melhorando nos minutos finais e retomando o domínio, apesar da torcida rival, que demorou a chegar no Tijuca Tênis Clube, mas apoiou muito no segundo quarto (como o regulamento prevê apenas torcedores do mandante, apenas botafoguenses compareceram ao jogo). O Rubro-Negro foi para o intervalo vencendo por 41 a 24.

Com Ronald Ramon sendo o jogador mais regular em quadra e JP Batista bem no garrafão, o Flamengo entrou mais dominante na terceira parcial, chegando a fazer 10 pontos sem deixar o Botafogo marcar uma cesta sequer. A primeira do Glorioso só veio faltando pouco mais de três minutos para fim da etapa. Era o que faltava para os mandantes voltarem ao jogo. Sete pontos em sequência fizeram a torcida voltar a cantar e hostilizar Marcelinho Machado no ginásio. O comandante rubro-negro se irritou com as falhas e pagou geral no tempo técnico. Flowers prosseguiu com a reação do Alvinegro com uma bela jogada individual para manter o bom momento. Em três minutos, o Bota anotou seus 16 pontos no terceiro quarto, mas o Flamengo fechou na dianteira: 57 a 40.

No inicio do último tempo, o time de General Severiano continuou no intuito de diminuir a vantagem, correndo atrás do prejuízo. Até conseguia recuperar as bolas ainda no setor ofensivo, mas não transformava a posse em pontos. Wesley Russell até chamou a atenção, roubando duas bolas no campo de ataque e fez seis dos oito pontos em sequência do Botafogo. Isso chegou a animar o time e a torcida, e José Neto recolocou em quadra o trio que estava no banco, formado por Marcelinho Machado, Ramon e JP Batista, voltando a ter o quinteto titular. O Flamengo então fechou por 79 a 57 e chegou à segunda vitória no Carioca.

*Estagiário, sob supervisão de Gabriel Fricke

Fonte: http://globoesporte.globo.com/basquete/noticia/2016/09/americano-estreia-bem-mas-fla-vence-facilmente-o-botafogo-no-carioca.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.