Amigo de Muricy não vê arritmia como resultado de estresse no Fla

Amigo de Muricy não vê arritmia como resultado de estresse no Fla

Amigo de Muricy Ramalho desde os tempos de São Paulo, o coordenador de futebol feminino da CBF e médico, Marco Aurélio Cunha, conversou com o LANCE! e avisou que já se inteirou sobre a arritmia sofrida pelo treinador do Flamengo nesta terça-feira.

Na visão de Marco Aurélio, o episódio não tem estresse por causa da situação instável do time rubro-negro como motivador.

- Ele está ótimo. Voltei com ele de avião outro dia. Estava contente com o Flamengo. Ele faz questão de querer dar certo, não está lá por dinheiro, quer fazer um bom trabalho - afirmou Marco Aurélio, que ainda ressaltou a melhora da condição física do treinador nos últimos tempos:

- Ele está magro. Depois da diverticulite, fez um regime, cortou gorduras, está magrinho.

Como médico, Marco Aurélio Cunha ainda explicou melhor o que é a tal fibrilação atrial que Muricy apresentou.

- É uma alteração rítmica do coração. O átrio bate mais rápido que o ventrículo e altera a frequência cardíaca. Fibrilou, bateu rapidamente. Isso é uma arritmia. Aí medica, entra com remédio, fica bom - comentou, lembrando episódio similar nos tempos de São Paulo:

- Ele teve uma vez no São Paulo. Tem que ser tratado com naturalidade. Não pode tratar paciente diferente do outro.

Por do problema no coração desta terça, Muricy foi levado a um hospital para ser submetido a exames. O treinador não vai comandar o Flamengo nesta quarta no jogo contra o Fortaleza, pela Copa do Brasil.