| Futebol

Análise: contra rival direto, Flamengo se credencia para brigar pelo título

Liderado por Diego e Leandro Damião, time rubro-negro joga bem diante do Grêmio, vence por 2 a 1 e mostra potencial para lutar na parte de cima da tabela

flameng - Análise: contra rival direto, Flamengo se credencia para brigar pelo título

Uma vitória que corresponde a todas as projeções em relação ao Flamengo neste Campeonato Brasileiro. Neste domingo, em Brasília, o time comandado por Zé Ricardo voltou a jogar como candidato ao título da competição.

Liderado pelas boas atuações de Diego e Damião, a equipe carioca foi bem diante do Grêmio, adversário direto na parte de cima da tabela, e mostrou que pode chegar.

VEJA AS ATUAÇÕES DO FLAMENGO

A expectativa era grande por parte do torcedor. Era o fim dos 32 dias de espera pela estreia de Diego. Era a primeira partida de Leandro Damião como titular – Guerrero estava suspenso. E a dupla não desapontou. Desde os primeiros minutos, ambos lideraram uma blitz do ataque rubro-negro que não deixou o Grêmio respirar ao longo do primeiro tempo.

Centralizado no meio-campo, Diego era o organizador do ataque. Gabriel e Everton davam velocidade pelas pontas, ajudando a pressionar a saída de bola. Mais atrás, Márcio Araújo – como já é de praxe – aparecia bem na cobertura. Cuéllar supriu bem a ausência do suspenso Willian Arão, que, até então, havia participado de todos os jogos do Fla no Brasileirão.

Livres para apoiar, Pará e Jorge se apresentavam pelas laterais, e por ali saiu a primeira jogada de perigo. Ao receber a bola com espaço pelo lado direito, Pará errou o cruzamento, mas acertou o travessão de Marcelo Grohe aos 11 minutos. Logo depois, após roubada de bola de Everton, Diego serviu Damião, que acertou o lado de fora da rede (veja o lance abaixo).



Damião estava bem. Participativo desde o começo, quase fez um golaço aos 20, quando emendou o voleio dentro da área e exigiu boa defesa de Grohe. Aos 27, foi a vez de Réver tentar jogada parecida, a bola bater no braço de Geromel, e o árbitro marcar o pênalti (veja abaixo a jogada).


Leandro Damião pegou a bola e guardou no fundo das redes. Era o fim de 287 dias de jejum. O último gol havia sido pelo Cruzeiro (passou em branco no Betis), em 8 de novembro de 2015, contra o São Paulo. Além disso, manteve o bom histórico contra o Grêmio. Pelo Inter, já havia anotado seis gols em 14 jogos, com direito a dois títulos em 15 dias diante do arquirrival.


O Flamengo não perdeu o fôlego após o gol. Ainda no final do primeiro tempo, o centroavante deixou Everton na cara de Grohe, mas o meia chutou em cima do goleiro, perdendo mais uma oportunidade. Chances reais, aliás, não faltaram pelo lado rubro-negro: foram oito ao longo dos primeiros 45 minutos. O Grêmio não chegou nenhuma vez.

O intervalo fez bem ao time gaúcho, que voltou melhor para a segunda etapa. Aos três, Geromel disputou pelo alto na área do Flamengo, a bola tocou na mão de Rafael Vaz, mas a arbitragem não viu pênalti (veja no vídeo abaixo).


O lance mostrava que o jogo era bem diferente no segundo tempo. Sem o mesmo volume no ataque, o Flamengo passou a sofrer mais na defesa. Aos 13, Douglas tocou na frente para Bolaños, que ganhou na velocidade, mas demorou para chutar. Pará apareceu no momento certo para fazer o corte e vibrar como se fosse um gol (veja o lance).


Os sustos fizeram Zé Ricardo mexer na equipe. Alan Patrick entrou no lugar de Gabriel. Aplaudido pela torcida e desgastado fisicamente, Damião deixou o campo para a entrada de Felipe Vizeu. O garoto deu conta do recado e ajudou a desafogar o Flamengo.

Vizeu saiu pela direita, perdeu o ângulo para o chute, mas ainda conseguiu fazer o cruzamento. No meio da área, Diego aparecia para marcar logo em sua estreia e ampliar a vantagem rubro-negra. Um prêmio também para a superação do meia, que deveria jogar por 60 minutos, mas fico no gramado até os 34 do segundo tempo, totalizando 80 (veja o gol).


O Grêmio ainda assustou no fim. Logo depois do gol flamenguista, Henrique, em seu primeiro lance no jogo, ganhou o bate e rebate na área adversário e tocou de biquinho para o fundo das redes (veja abaixo o gol). 


Ao descontar a vantagem, o Tricolor se animou, chegou a ensaiar uma pressão, mas não estragou a manhã de Diego e Damião. A dupla correspondeu em campo e certamente aumentou o otimismo da torcida para o restante do Brasileirão. A vitória fez o Flamengo voltar novamente ao G-4 da competição. Deixaram chegar.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/08/analise-contra-rival-direto-flamengo-se-credencia-para-brigar-pelo-titulo.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.