Tudo começou quando Sanchez foi perguntado sobre o voto dos dois clubes - além do Atlético-PR, apenas Timão e Fla não votaram em Rogério Caboclo. O cartola alvinegro aproveitou o gancho para criticar EBM e acusou o presidente rubro-negro de tentar tirar Rodriguinho e Fábio Carille do Parque São Jorge:

Não votamos no Caboclo, mas não estamos juntos. Eu venho aqui, me posiciono, mas cadê ele (Bandeira)? Deve estar lá sondando o Rodriguinho, querendo o Carille. Isso que ele fez. Ofereceu R$ 1 milhão por mês para levar o Carille. Não vai levar – bradou Andrés.

Tentou tirar o Rodriguinho. Não vai tirar. Dou 50% de desconto na multa do Rodriguinho e garanto que ele não leva. Gestão de nada. Ele vai sair, e a conta vai chegar paro Flamengo​ – completou.

Eduardo Bandeira de Melo descartou veementemente as informações de Andrés e sugeriu que alguém está sendo enganado:

É um absoluto disparate. Nunca foi feito nenhum tipo de proposta nem pelo Carille nem pelo Rodriguinho, ainda mais nesses valores. Tem alguém enganando alguém – disse o presidente carioca. 

>>> Veja também: Os 10 maiores artilheiros do Brasileirão na era dos pontos corridos