| Futebol

Apoio na saída, ofensa e Mancuello festejado: o que rolou em Avellaneda

Com grande confusão na organização da partida, alguns jogadores do Flamengo tiveram que passar caminhando pela torcida após o jogo. Na arquibancada, apoio a Mancuello

flameng - Apoio na saída, ofensa e Mancuello festejado: o que rolou em Avellaneda

Os bastidores da primeira partida da final da Copa Sul-Americana, entre Flamengo x Independiente, foram curiosos. Os jogadores rubro-negros que não atuaram e nem ficaram no banco tiveram que passar caminhando por parte da torcida rubro-negra ao término da partida. Ali, houve apoio, palmas, gritos de incentivo e pedidos pelo título no duelo do Maracanã. No entanto, nem tudo foi festa. O zagueiro Rafael Vaz foi ofendido por alguns torcedores e olhou firmemente de volta, demonstrando não se sentir intimidado. Outros brasileiros preferiram cumprimentar o atleta.

Na tribuna, Mancuello foi reconhecido pelos torcedores do Independiente e recebeu o carinho da galera: 'Mancuello, Mancuello', gritavam os argentinos. Simpático, o camisa 11 do Flamengo retribuiu de maneira singela, como mandava a ocasião, apenas acenando de volta. Ele esteve contido em boa parte do jogo. Não era um jogo fácil para o meia, afinal ele é torcedor fanático do Rojo.

Ao término da partida, os brasileiros tomaram um 'chá de cadeira' para deixar o estádio. Após cerca de trinta minutos de espera, dirigentes, funcionários e jogadores do Flamengo foram escoltados, ao lado de parte da imprensa, para o vestiário dos visitantes. 

Efusiva, a torcida do Rei de Copas comemorou muito o resultado e tomou as ruas do entorno do estádio. A festa varou a madrugada em alguns bares. Para o Flamengo, a missão em Avellaneda estava encerrada, era hora de voltar ao Brasil pensando no jogo de volta.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/apoio-saida-ofensa-mancuello-festejado-que-rolou-avellaneda.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.