​Mancuello foi a principal contratação do Flamengo para 2016, com um custo de R$ 12 milhões. Após um bom começo, o meia caiu de produção após se lesionar, mas começou a dar sinais de que pode voltar a crescer dentro de campo. Com um bom desempenho na vitória por 2 a 0 contra o Atlético-MG, no último domingo, o argentino mostrou humildade e diz ter conversado com o técnico Zé Ricardo.

"Falei para o treinador que estava aqui para ajudá-lo. Era a primeira experiência dele no profissional, e eu disse que o apoiaria, que não tinha pressão de me colocar para jogar", disse Mancu, em entrevista ao site ​UOL Esporte.

Autor de uma assistência para um dos gols de Felipe Vizeu contra o Galo, Mancuello deve seguir no time titular no clássico contra o Botafogo, no próximo sábado, já que Alan Patrick ainda se recupera de um edema na coxa direita. O auxiliar Jayme de Almeida elogiou a postura do jogador.

"Seria fácil ficar de cara amarrada. O Flamengo construiu um grupo de jogadores que querem brigar pela Libertadores e o título. Um grupo, às vezes, tem que esperar a oportunidade. Ninguém ganha campeonato com 11 jogadores, tem que ter plantel de qualidade", argumentou.