Curiosamente, após uma temporada de muitos altos e baixos, o Fla chega para a decisão da Copa Sul-Americana apostando (e muito) nos garotos formados na base. A molecada rubro-negra foi fundamental durante a campanha continental e promete novamente ser protagonista na decisão.

No gol, César resolveu - ainda que temporariamente - os problemas. Do meio para a frente, Lucas Paquetá tornou-se peça crucial, assim como Felipe Vizeu, que renasceu depois da confusão protagonizada com Rhodolfo. Por último, o garoto que vem sendo o 12º jogador flamenguista: a promessa Vinícius Júnior. Neste momento, é difícil imaginar o Fla levantando a taça hoje sem passar por esse quarteto.

​Flamengo e Independiente decidem a Copa Sul-Americana nesta quarta-feira. A bola rola às 21h45, no Maracanã. 

​​