Mesmo com um dos elencos mais valiosos do futebol brasileiro, o Flamengo não projeta vida fácil na Libertadores. Após ser derrotado por 1 a 0 pela Universidad Católica-CHI na noite desta quarta-feira e cair para terceiro lugar no Grupo 4 - atrás dos próprios chilenos e do Atlético-PR -, o Rubro-Negro já faz cálculos de como obter a classificação e acredita que a definição da chave se dará apenas na última rodada.

Com três pontos conquistados, há praticamente uma obrigação: vencer as duas partidas que ainda disputará no Rio de Janeiro, justamente contra quem está à sua frente, e ir em busca de, ao menos, um ponto fora de casa. "Todos dizem que com dez pontos se garante a classificação. Vamos tentar alcançar essa meta", destacou o técnico Zé Ricardo.

Porém, ele é categórico: "O equilíbrio vai continuar". Exceção feita ao San Lorenzo-ARG, que perdeu os dois jogos disputados até o momento, os resultados apenas confirmam o que já se falava lá atrás: que este grupo seria um dos mais acirrados da competição.

​​