• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Após dois anos, Boavista fará novamente a final da Taça Guanabara diante do Flamengo; relembre

No próximo sábado (22), Flamengo e Boavista farão a final da Taça Guanabara, às 18h, no Maracanã. Cerca de 43 mil ingressos já tinham sido vendidos até a última divulgação oficial do clube. Na fase de grupos, a equipe de Bacaxá terminou na liderança do Grupo A por conta do saldo de gols: seis contra cinco do Flamengo. Ambas as equipes somaram 13 pontos, vindo de quatro vitórias, um empate e uma derrota. Não há vantagem do empate, ou seja, a partida terminando empatada, o campeão será conhecido na decisão por pênaltis.

O que poucos lembram foi que em 2018, quando o Flamengo conquistou seu último título da competição, o Boavista também era o desafiante. Na época, comandado por Paulo César Carpegiani, o rubro-negro entrou em campo com um time bem diferente do atual, somente com quatro jogadores que hoje ainda estão no clube: César, Diego, Everton Ribeiro e Renê. A partida foi realizada no Estádio Kleber de Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo.

Apesar da vitória por 2 a 0, o Boavista teve bons momentos no jogo, marcou bem e dificultou bastante a vida do Flamengo. Os gols da partida foram marcados por Vinícius Júnior e Kadu Fernandes (contra).

A equipe rubro-negra entrou em campo com: César; Pará, Réver, Rhodolfo, Renê; Cuéllar, Everton Ribeiro, Diego, Paquetá, Everton e Henrique Dourado.

Já neste sábado, o atual campeão brasileiro e da Copa Libertadores possui um elenco bem mais valorizado do que o de 2018 e bem com mais opções para Jorge Jesus. Por ter disputado um jogo duro na quarta-feira (19), o Mister provavelmente deve rodar o elenco e fazer um time misto. A tendência é que o Flamengo entre em campo com: Diego Alves; Rafinha, Thuler, Gustavo Henrique, Renê; Arão, Diego, Everton Ribeiro; Arrascaeta, Gabigol e Pedro.

Publicado em colunadofla.com.