Após dois anos, Flamengo retorna a Cuiabá para duelo diante do Fluminense

Após dois anos, Flamengo retorna a Cuiabá para duelo diante do Fluminense

Foto: Gilmar Ramos

Longe, mas perto. O lado rubro-negro do Fla-Flu pode definir dessa forma o clássico desse sábado (24), que será disputado na Arena Pantanal, em Cuiabá-MS. Apesar da distância da cidade de origem, o Mais Querido jogará perto de seu torcedor nesse confronto, como é de costume em partidas disputadas em qualquer estádio do país.

Quem sente o orgulho de ser sócio-torcedor faz o time mais forte e tem mais Flamengo sempre: descontos em ingressos e no pay-per-view, vídeos exclusivos para ficar por dentro, vantagens nas lojas oficiais para ter o Manto e outros produtos e muito mais. Clique e faça sua adesão agora!

Um dos maiores redutos da Nação na região centro-oeste do Brasil, a capital matogrossense possui maioria absoluta de flamenguistas, com expressiva diferença em relação às outras torcidas. De acordo com pesquisa realizada pelo Globo Esporte em parceria com o Facebook em 2015, 28% da população cuiabana veste o Manto Sagrado, o que reafirma a expectativa de absoluta maioria rubro-negra nas arquibancadas.

Dois anos depois, a cidade receberá novamente o Flamengo. O último confronto foi diante do Santos, em 2016, que terminou em um empate sem gols. Apesar do resultado não ter sido o esperado, o retrospecto em Cuiabá é favorável ao Rubro-Negro. No total, são seis vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas em treze partidas disputadas.

Dentre as equipes enfrentadas, estão grandes camisas do futebol nacional, como Santos, Corinthians, Grêmio e Vasco. Além desses times, foram quatro os jogos contra o Mixto, três contra o Operário e um contra o Goiás. No entanto, o encontro com o Fluminense na Arena Pantanal será inédito na localidade.

A maior lenda do clube da Gávea é também o maior artilheiro em duelos na capital do Mato Grosso. Além de ser o goleador máximo do clássico Fla-Flu, com 19 gols em 44 duelos, Zico foi às redes por seis vezes na cidade.

Mais uma página na história do clássico e da cidade será escrita às 17h desse sábado (24).