As mudanças já foram definidas internamente e estão em fase final de implementação. “Nosso objetivo é que quem está há muito tempo ininterruptamente no Programa Nação Rubro-Negra ou vai a muitos jogos seja reconhecido, uma vez que apoia o clube incondicionalmente”, afirmou Daniel Orlean, vice-presidente de marketing, ao ​Globoesporte.com. “Identificamos que poderíamos melhorar a comunicação, a oferta de benefícios e a experiência dos sócios”, completou o dirigente.

Os flamenguistas citados terão prioridade na compra de ingressos. Atualmente, as vantagens são dadas através dos valores pagos mensalmente e, em muitas ocasiões, há pessoas que se associam perto de partidas importantes e, depois, não seguem contribuindo. Ainda no primeiro semestre, o Flamengo garante também a melhoria no sistema de acesso aos bilhetes. Toda a venda será feita em uma única plataforma ou aplicativo. Além disso, haverá descontos maiores em jogos de menos magnitude e um olhar todo especial para quem mora fora do Rio de Janeiro, contando, inclusive, com sorteio de viagens para partidas do Mengão.

No momento, o Fla está sem casa para jogar em função da queda das torres de iluminação da Ilha do Urubu. E este, claro, é um outro fator que gera desconforto. A tendência é de que o estádio seja liberado para o Campeonato Brasileiro, que se inicia na metade de abril. No aguardo de um lado pericial, o clube ainda não começou as obras para colocar tudo em ordem.

​​