• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Arrascaeta relembra poucos jogos pelo Fla na ‘era Abel’ e explica: “Tinha que me adaptar a um novo clube”

No último domingo (09), o Flamengo estreou no Campeonato Brasileiro com uma derrota de 1 a 0 para o Atlético-MG, com gol contra de Filipe Luís. No entanto, no dia que se comemora o ‘Dia dos Pais’, o maior ídolo da história do Mais Querido, Zico, em seu canal ‘Zico 10’, divulgou um papo especial que teve com o uruguaio Arrascaeta. Ao Galinho, o camisa 14 da Gávea relembrou sua chegada ao clube carioca e as poucas oportunidades de entrar em campo na ‘era Abel Braga’. ‘Arrasca’ ainda reforçou a felicidade de vestir o Manto Sagrado.

O Flamengo é um grande clube do Brasil, respeitado por todo o mundo. Então, estou muito feliz. Primeiramente, eu tinha que me adaptar a um novo clube, novos companheiros. Na verdade, todo mundo aqui me recebeu muito bem, me deu muita confiança. Mas os jogadores, às vezes, também precisam de um pouquinho de tempo para se adaptar e se sentir à vontade -, disse, antes de concluir:

Eu, pessoalmente, tratei de me preparar da melhor forma fisicamente para poder, aos poucos, mostrar meu futebol. E foi o que aconteceu: depois que o Jorge Jesus chegou aqui, foi quando eu comecei a jogar mais, a ter mais possibilidade. É muito importante para mim a confiança que o treinador passa para o jogador. E, depois que comecei a jogar com ele, me senti muito bem e graças a Deus foi um ano incrível -, finalizou.

Arrascaeta chegou ao Flamengo em janeiro de 2019, diretamente do Cruzeiro. Na ocasião, sua negociação foi considerada a mais cara da história do Mais Querido. Vestindo o Manto Sagrado, o uruguaio tem 68 jogos, 21 gols e 23 assistências. Além disso, o jogador acumula conquistas e títulos, sendo eles: dois cariocas, Brasileirão, Libertadores, Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Taça Guanabara.

Publicado em colunadofla.com.