| Futebol

Artilheiro do Fla no Brasileiro, Eduardo se coloca à disposição para Luxa

Atacante sabe da responsabilidade que tem com a saída de Alecsandro e lembra tempo sem atuar na função de homem mais adiantado do time

A situação vivida por Alecsandro, com a necessidade de passar por uma cirurgia no rosto, colocou Eduardo da Silva como principal nome do ataque do Flamengo para o restante da temporada. O jogador já não atuava dessa forma há algum tempo, desde que se recuperou de uma grave lesão quando atuava pelo Arsenal, em 2008.

Eduardo da Silva, treino Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Eduardo da Silva se colocou à disposição de Vanderlei Luxemburgo para atuar mais avançado no Flamengo depois da lesão de Alecsandro. Atacante não atuava dessa forma há bastante tempo. (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)


A derrota por 2 a 1 para o Atlético-PR, domingo, foi o primeiro jogo no qual Eduardo da Silva atuou desta forma sabendo que passaria a ser a referência do time na posição. Ele fez o gol do Flamengo, meio sem querer, mas tem consciência de como será daqui para a frente.

- Antes da lesão grave que sofri, os times jogavam na maioria em um 4-4-2, com dois atacantes. Estava acostumado ali. No ano que me machuquei, foi quando o Barcelona ganhou seis ou sete títulos jogando com um atacante. Os sistemas mudaram para 4-3-3 e 4-2-3-1. O Arsenal voltou com essa formação e então joguei muito pouco como centroavante - explicou Eduardo.

saiba mais
  • Alecsandro é operado com sucesso, mas pode perder o restante da temporada
  • Alecsandro volta a treinar, mas recuperação ainda é longa

 Mesmo com essa dificuldade, o atacante tem se saído bem. Com sete gols no Campeonato Brasileiro, igualou Alecsandro como artilheiro do time na competição. Ele tem oito na temporada.

- Estou aqui para jogar em qualquer posição. Se o treinador achar que posso colaborar na frente, vou dar o meu máximo. Ele muda de formação tática algumas vezes, com dois atacantes. Vou tentar cumprir a função da melhor maneira - comentou o atacante.

Fisicamente, mesmo sem ter feito uma pré-temporada no Brasil, Eduardo da Silva se considera em boas condições. O jogador foi substituído duas vezes no intervalo dos últimos três jogos. No outro, saiu antes dos 15 minutos do segundo tempo.

- Estou me sentindo ótimo, principalmente se comparado com o que havia três meses atrás. Se estou 100% para jogar não sei, mas me sinto assim - garantiu Eduardo da  Silva.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.