Atletas da ginástica artística realizam avaliação de pré-temporada com o CUIDAR

Atletas da ginástica artística realizam avaliação de pré-temporada com o CUIDAR
A manhã desta terça-feira (9) foi de reavaliação para as meninas da ginástica artística rubro-negra. De volta aos treinamentos após período de férias, oito ginastas da equipe adulta foram avaliadas pelos profissionais do CUIDAR, além de serem acompanhadas de perto pelos técnicos Ângelo Sabino e Renata Valente.

Segundo o coordenador técnico científico rubro-negro, Luiz Antônio Moreira, o trabalho segue a filosofia implementada pelo Mais Querido para sempre buscar o melhor desempenho possível de todos os atletas.

"Essa avaliação de pré-temporada faz parte do menu de serviços que o CUIDAR oferece aos atletas de todas as categorias e modalidades do Flamengo. Esse processo tem uma importância fundamental, visto que nos possibilita saber o quadro atual de desempenho físico e de saúde dos atletas, além de aspectos que nos ajudam a caracterizá-los, como percentual de gordura, massa corporal, envergadura, estatura", disse Luiz. 

"Esta é a primeira edição em que testes fisioterápicos também fazem parte. Isso é fruto de uma parceria do clube com a Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva, a Sonafe. Esperamos que essas informações extraídas com base nesses testes também nos auxiliem a aumentar a quantidade e qualidade das informações que vamos repassar tanto para atletas quanto para os técnicos. O que buscamos é dar um suporte a eles para tomada de decisões referentes a toda programação do treinamento preventivo ao longo da temporada", completou o coordenador. 

O Flamengo já se prepara para os desafios da temporada 2018. As atletas convocadas para a Seleção se encaminham para um camp no CT do Time Brasil a partir do dia 15 de janeiro.

As equipes de ginástica artística do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.