Durante a partida, a delegação do Flamengo foi acomodada em três camarotes onde a visão de jogo era muito prejudicada. Além disso, a proximidade com os torcedores do Independiente fizeram com que os rubro-negros fossem alvo de copos e garrafas durante a comemoração do gol de empate dos argentinos.

Após o fim do jogo, mais problemas. Jornalistas brasileiros e a comitiva do Flamengo foram impedidas de deixar a área do vestiário visitante por um bloqueio policial que durou cerca de uma hora. A delegação foi liberada em conjunto com os torcedores rubro-negros. No caminho até o ônibus, o zagueiro Rafael Vaz foi hostilizado por um torcedor e a segurança do clube redobrou a atenção para evitar confusões.

O cenário irritou o Flamengo e fizeram com que alguns jogadores e dirigentes defendessem que o Independiente tenha tratamento similar no jogo da volta na próxima quarta-feira, no Maracanã.

​​