| Futebol

Atuações: Eduardo da Silva e Everton brilham, mas PV é o herói novamente

Atacantes entram durante jogo e são decisivos para o 3 a 0, assim como João Paulo. Já goleiro é o responsável por vaga com exibição segura e duas defesas de pênaltis


Header_Flamengo_690 (Foto: Arte Esporte)

PAULO VICTOR - GOLEIRO
Mais uma vez herói. Cada dia mais seguro no gol do Flamengo. Foi ousado e preciso nas saídas do gol, não deu brechas nas poucas conclusões do Coxa, pegou dois pênaltis e contou com a sorte em duas bolas na trave.
Nota: 9,0

LUIZ ANTONIO - LATERAL-DIREITO
Substituído com apenas 13 minutos por conta de lesão no ombro direito, praticamente não participou do jogo.
Sem nota

LÉO MOURA - LATERAL-DIREITO
Entrou no lugar de Luiz Antonio e manteve o nível de atuação de suas últimas partidas: não se expôs, defendeu com eficiência e tentou algumas tabelas com Márcio Araújo pelo lado direito. Pecou na cobrança de pênalti que poderia dar a vaga ao Fla antes dos chutes alternados.
Nota: 5,0

CHICÃO - ZAGUEIRO
Muito bem no início do jogo. Deu bons botes, conseguiu antecipar e salvar Samir em alguns vacilos. No segundo tempo, cansou e perdeu bola pelo alto para Alex, que o obrigou a fazer falta perigoso. Nos pênaltis, foi o primeiro a marcar.
Nota: 6,5

SAMIR - ZAGUEIRO
Parecia nervoso no começo e errou lances que não costuma errar. Sem tempo de bola, levou a pior em algumas disputas. No segundo tempo, melhorou e foi importante na saída de bola, evitando chutões.
Nota: 6,0

JOÃO PAULO - LATERAL-ESQUERDO
Muito boa atuação. Participativo no ataque, sofreu o primeiro pênalti e cruzou para o lance da segunda penalidade. Manchou a atuação ao desperdiçar cobrança na série de penalidades, mas foi um dos melhores nos 90 minutos.
Nota: 7,0

RECIFE - VOLANTE
Assim como Samir, começou muito mal e melhorou no decorrer da partida. Fez bons desarmes no segundo tempo.
Nota: 6,0

CANTEROS - VOLANTE
Errou muitos passes no início do jogo, mas era quem mais tentava criar alguma coisa e levar o time ao ataque. No segundo tempo, melhorou e foi o responsável pela cobrança decisiva na série alternada.
Nota: 6,0

MÁRCIO ARAÚJO - VOLANTE
Atuação discreta. Ajudou muito Léo Moura pelo lado direito, como de costume, mas foi burocrático com a bola no pé. Com o time precisando tanto vencer, podia se arriscar mais.
Nota: 5,5

GABRIEL - MEIA-ATACANTE
Péssima atuação. Escalado por ser um possível substituto de Everton contra o Grêmio, não acertou absolutamente nada que tentou. Atabalhoado, ainda cometeu faltas de ataque.
Nota: 4,5

EDUARDO DA SILVA - ATACANTE
Tem muita estrela. Entrou no lugar de Gabriel e fez o quarto gol com a camisa do Flamengo, mais uma vez decisivo. Deu lindo passe para João Paulo no segundo pênalti, marcou o terceiro gol e foi correto em sua cobrança na séria.
Nota: 7,5

PAULINHO - ATACANTE
Deixou o jogo aos 29 minutos do primeiro tempo por conta de problema no joelho. Enquanto jogou, não conseguiu dar sequência a maioria das jogadas e parecia perdido na pressão que o Flamengo esboçou nos minutos iniciais. Não vive um bom momento.
Nota: 5,0

EVERTON - MEIA-ATACANTE
Mais uma vez, um dos melhores do time. Entrou no lugar de Paulinho e levou o Flamengo ao ataque formando grande dupla com João Paulo. Sua arrancada no lance do gol de Eduardo da Silva foi impressionante. Velocidade, força e perfeição no cruzamento.
Nota: 7,5

ALECSANDRO - ATACANTE
Tentou levar o time ao ataque de todas as maneiras. Não se privou de arriscar nas finalizações e foi perfeito nos dois pênaltis durante os 90 minutos. Mas perdeu o dele nas cobranças alternadas.
Nota: 6,5

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.