| Futebol

Atuações: Éverton Ribeiro, Goulart e Henrique passeiam diante do Fla

Domínio completo do meio de campo do Cruzeiro garante a vitória ainda no primeiro tempo, equipe rubro-negra é mal avaliada diante da inoperância geral

Header CRUZEIRO  (Foto: Infoesporte)





FÁBIO – GOLEIRO
Praticamente não trabalhou contra o inoperante ataque do Flamengo. Quando foi exigido no chute de Paulinho pegou sem dar rebotes.
Nota: 6,5

MAYKE – LATERAL-DIREITO
Sempre boa opção pela direita, mesmo com um zagueiro improvisado no setor na intenção de diminuir os espaços. Chegou várias vezes ao fundo e cruzou, mas nem sempre com perfeição.
Nota: 7,0

LÉO – ZAGUEIRO
Seguro, compôs bem o setor ao lado do companheiro de zaga. Não deu espaços em seu setor, apesar de ter sido pouco exigido.
Nota: 6,5

BRUNO RODRIGO – ZAGUEIRO
Teve mais participação que o companheiro e ganhou praticamente todas as jogadas. Ele ainda levou preocupação à defesa do Flamengo nos lances de bola parada, sempre bem posicionado.
Nota: 7,0

EGÍDIO – LATERAL-ESQUERDO
Cedeu os poucos espaços explorados pelo Flamengo no ataque, mas mesmo assim não foi nada que comprometesse, já que contou com os zagueiros para evitar maiores danos. Também apoiou em alguns momentos.
Nota: 6,5

HENRIQUE – VOLANTE
Foi bem à frente da defesa. Foi um dos que ajudou a engolir o meio-campo do rival, sem cometer muitas faltas e realizando várias roubadas de bolas, sendo que numa delas, originou a jogada do segundo gol. Antecipou-se na maioria das vezes e ainda teve tempo para chutar a gol.
Nota: 8,0

NILTON – VOLANTE
Menos combativo que o companheiro de posição, mas sem muito trabalho ao longo da partida. Nem os chutes de fora da área, uma característica, foram usados. Atuação regular.
Nota: 6,0

ÉVERTON RIBEIRO – MEIA
Comandou como quis a armação das jogadas. Agudo, deu muitas opções de gol aos companheiros, driblou bem, e ainda marcou um gol, colocando fim a jejum de 13 jogos. Boa atuação.
Nota: 8,5

RICARDO GOULART – MEIA
Ao lado de Éverton, foi um dos melhores do Cruzeiro. A dupla tabelou como quis e envolveu a defesa do Flamengo. O meia também deixou sua marca e complicou demais a vida dos defensores do rival.
Nota: 8,0

LUAN
Jogou poucos minutos, mas mesmo assim mostrou disposição e só não deixou o dele porque o goleiro Paulo Victor fez grande defesa.
Nota: 6,0

MARLONE – MEIA
Destoou dos demais companheiros de criação e não teve grande atuação. A falta de ritmo de jogo pode ter pesado contra o jogador.
Nota: 5,5

ELBER – MEIA
Entrou na mesma sintonia de Marlone e pouco apareceu depois de se recuperar de um problema no olho.
Nota: 5,5

BORGES – ATACANTE
Chegou a perder gols quando a partida estava empatada, mas mostrou o faro de artilheiro de sempre e deixou sua marca. Brigou muito, incomodou os zagueiros e acabou substituído por cansaço.
Nota: 7,0

JÚLIO BAPTISTA - ATACANTE
Entrou já na parte final da partida e acabou prejudicado pelo próprio desinteresse dos companheiros, já que o resultado estava garantido. Pouco apareceu no jogo.
Nota: 5,5

Header_Flamengo_690 (Foto: Arte Esporte)

PAULO VICTOR - GOLEIRO
Sofreu três gols e evitou pelo menos outros quatro. Vítima de uma marcação frouxa do time.
Nota: 6,0

LÉO MOURA - LATERAL-DIREITO
Não conseguiu se acertar na marcação e pouco fez ofensivamente.
Nota: 4,0

CHICÃO - ZAGUEIRO
O melhor da defesa. Ganhou a maioria das jogadas no combate direto, mas acabou envolvido em outras jogadas coletivas do Cruzeiro.
Nota: 5,0

WALLACE - ZAGUEIRO
Perdido na marcação pela troca de passes e movimentação constante do Cruzeiro.
Nota: 4,0

SAMIR - LATERAL-ESQUERDO
Improvisado na lateral esquerda, ainda tentou avançar e teve uma boa chance de marcar.
Nota: 4,5

JOÃO PAULO - LATERAL-ESQUERDO
Não mudou o panorama do jogo. O Cruzeiro continuou tendo facilidade para atacar. Errou passes simples quando foi ao ataque.
Nota: 4,5

AMARAL - VOLANTE
Perdeu uma dividida que resultou no segundo gol. Passou longe de conseguir segurar Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart.
Nota: 3,5

GABRIEL - MEIA
Esforçou-se muito para realizar algumas jogadas de ataque. Nada que fosse relevante.
Nota: 5,0

MÁRCIO ARAÚJO - VOLANTE
Outro que não conseguiu conter os meias do Cruzeiro. Com a bola no pé, procurou espaços na defesa adversária, mas sem sucesso.
Nota: 4,5

LUIZ ANTONIO - VOLANTE
Completamente fora de jogo. Não armou, nem defendeu. Péssimo na recomposição defensiva.
Nota: 3,5

NEGUEBA - ATACANTE

Não encontrou espaços para jogar. Procurou o jogo, mas parecia intimidado pela marcação do adversário.
Nota: 4,5

PAULINHO - ATACANTE
Ficou parado no lance do primeiro gol, perdeu bolas que resultaram em contra-ataques e desperdiçou uma grande chance com o jogo já 2 a 0 por falta de condição técnica para finalizar com a perna esquerda.
Nota: 3,5

ALECSANDRO - ATACANTE
Fez uma série de embaixadas próximo à área de defesa e acabou perdendo a bola que resultou no segundo gol. Nulo ofensivamente.
Nota: 3,5

LUCAS MUGNI - MEIA
Criou uma jogada de perigo, mas ainda errou o passe no momento decisivo. Perdeu bolas em setores perigosos do campo.
Nota: 4,5

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.