| Futebol

Atuações: Marcelo e Cléo, do Furacão, superam o esforço de Paulo Victor

Goleiro do Flamengo consegue parar Natanael e Douglas Coutinho, mas não segura a vantagem aberta logo no início da partida por Eduardo da Silva

Header_Atlético-PR_690 (Foto: Arte Esporte)


WEVERTON – GOLEIRO
Não teve culpa no gol, ainda fez duas boas defesas no primeiro tempo. Quase não foi exigido na segunda etapa.
Nota: 6
 
SUELITON – LATERAL-DIREITO

Em sua primeira jogada entrou de forma dura em Anderson Pico e poderia ter sido advertido com cartão. Não foi. Mas se acalmou e esteve bem na defesa, sendo quem mais fez desarmes pelo Furacão: Pouco chegou ao ataque.
Nota: 6
 
GUSTAVO – ZAGUEIRO

Ganhou a maioria das jogadas, seja por baixo ou pelo alto. Atuação segura.
Nota: 6,5
 
CLEBERSON - ZAGUEIRO

Fez o que pôde para cobrir as costas de Natanael. Teve dificuldade no primeiro tempo, mas cresceu de produção no segundo e liderou a zaga.
Nota: 6
 
NATANAEL – LATERAL-ESQUERDO

Pelo seu setor o Flamengo explorou as jogadas ofensivas e teve muito trabalho, tanto no primeiro quanto no segundo tempo. O gol rubro-negro nasceu por ali.
Nota: 5
 
DEIVID – VOLANTE

Teve trabalho para fazer a cobertura de Natanael e ficou muito preso a essa tarefa durante o jogo. Apareceu pouco com a bola.
Nota: 5,5
 
PAULINHO DIAS – VOLANTE

Foi quem mais tocou na bola no meio de campo do Furacão e errou apenas um passe no jogo. Apoiou bem ao ataque pelo lado direito no primeiro tempo, mas ficou com mais preocupações defensivas na segunda etapa.
Nota: 6
 
BADY – MEIA

Imprimiu bom ritmo ao ataque do Furacão com bons passes e saídas criativas. Perdeu boa chance no segundo tempo. Saiu no fim.
Nota: 6,5
 
HERNANI – MEIA

Entrou nos minutos finais e participou pouco da partida.
Sem nota
 
MARCELO – ATACANTE

Levou perigo do início ao fim. Levou ampla vantagem, principalmente, quando atuou pela esquerda e explorou as costas de Léo Moura. Iniciou a jogada do primeiro gol e sofreu o pênalti do segundo por aquele setor.
Nota: 7,5
 
DELLATORRE – ATACANTE

Levou perigo constante à defesa do Flamengo com boa movimentação e dribles curtos. Fez a bonita jogada do primeiro gol e só não marcou porque Chicão salvou em cima da linha. Saiu cansado aos 25 do segundo tempo.
Nota: 7
 
DOUGLAS COUTINHO – ATACANTE

Substituiu Dellatorre e manteve a correria no ataque do Furacão. Perdeu ótima chance no fim ao bater de primeira e Paulo Victor fazer excelente defesa.
Nota: 6
 
CLÉO - ATACANTE

Eficiente. Chutou duas bolas e marcou os dois gols do Furacão, um de oportunismo e outro em pênalti muito bem cobrado. Brigou bastante com os zagueiros e tentou fazer o pivô. Saiu nos minutos finais.
Nota: 7,5
 
MARCOS GUILHERME – MEIA

Entrou no fim e pouco pegou na bola.
Sem nota

Header_Flamengo_690 (Foto: Arte Esporte)

PAULO VICTOR - GOLEIRO
Nada pôde fazer nos gols do Atlético-PR, um deles em cobrança de pênalti. Fez uma grande defesa no segundo tempo, saindo muito bem para fechar o ângulo de Natanael, e outra em chute à queima-roupa de Douglas Coutinho. 
Nota: 7

LÉO MOURA - LATERAL-DIREITO

Depois que Marcelo passou a atuar mais pelo seu lado, passou um sufoco. Penou com o atacante. Teve mérito no gol do Flamengo ao dar o passe para Canteros no início da jogada. 
Nota: 5

MARCELO - ZAGUEIRO

Errou na antecipação e no posicionamento no lance que originou o primeiro gol. No segundo, cometeu pênalti completamente desnecessário. 
Nota: 4

CHICÃO - ZAGUEIRO

No lance do primeiro gol, ainda salvou o chute de Dellatorre, mas deu azar no rebote. Foi bem no combate direto e deu bons lançamentos na saída de bola. 
Nota: 6

ANDERSON PICO - LATERAL-ESQUERDO

Não comprometeu defensivamente. Tanto que Marcelo trocou de lado para conseguir produzir. Quase não apareceu no ataque. 
Nota: 6

JOÃO PAULO - LATERAL-ESQUERDO

Aumentou o poder de ataque do time pelo lado esquerdo e manteve a tranquilidade defensiva pelo setor. 
Nota: 6

CÁCERES - VOLANTE

Fez bons cortes, principalmente nas bolas altas. Errou muitos passes, mas pelo menos mostrou iniciativa para ajudar o time até mesmo ofensivamente. 
Nota: 6

MURALHA - VOLANTE

Melhorou a saída de bola do time. Facilitou a vida de Canteros, colaborando na distribuição. 
Nota: 6

CANTEROS - VOLANTE

Fez a jogada do primeiro gol e distribuiu bem o jogo. Ajudou na marcação. 
Nota 6,5

LUIZ ANTONIO - VOLANTE

Apareceu nos espaços que o meio-campo do Atlético-PR dava. Faltou dar continuidade a algumas jogadas. Defensivamente, não conseguiu ajudar Léo Moura a conter Marcelo. 
Nota: 5

EVERTON - MEIA

Dedicou-se o jogo todo. Chutou a bola que bateu em Eduardo da Silva e entrou. Foi perseguido durante o jogo pelos torcedores de seu ex-clube, mas não se intimidou. Quase fez um golaço. 
Nota: 6,5

GABRIEL - ATACANTE

A irritação de Luxemburgo com as decisões tomadas por ele demonstram que houve uma queda de produção em relação aos últimos jogos. Iniciando o jogo, não teve o mesmo rendimento. Ainda assim, deu trabalho ofensivamente. 
Nota: 5,5

EDUARDO DA SILVA - ATACANTE

Fez o gol em um lance de sorte no qual a bola bateu nele e entrou. No entanto, apareceu algumas vezes mal posicionado, recebendo a bola impedido. Também não deu sequência a algumas jogadas de ataque por parecer fora de ritmo. 
Nota: 6

NIXON - ATACANTE

Movimentou-se mais do que Eduardo, mas não conseguiu espaço para as finalizações. Tentou abrir espaço na defesa do Atlético-PR. 
Nota: 5,5

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.