| Futebol

Aumento faz efeito, e Flamengo lucra mais de R$ 1 milhão diante do Galo

Com ingresso mais barato a R$ 100, Rubro-Negro fica com R$ 1.214.071,51 de renda de R$ 2.858.215,00. Montante supera partida contra o Grêmio

Torcida Flamengo x Atlético-MG (Foto: Cahê Mota)Torcida do Flamengo contra o Galo no Maracanã (Foto: Cahê Mota)

Vitória em campo e lucro no bolso, apesar do estádio mais vazio. A estratégia da diretoria do Flamengo ao aumentar o preço dos ingressos para semifinal da Copa do Brasil, contra o Atlético-MG, quarta-feira, no Maracanã, surtiu efeito nos cofres do clube. Com 40.909 pagantes na vitória por 2 a 0, o Rubro-Negro arrecadou R$ 1.214.071,51 dos R$ 2.858.215,00 da renda. O montante é equivalente a 42,5% do valor bruto, percentual superior aos 34,5% que foi para o clube na derrota para o Grêmio, quando teve seu melhor público no Brasileirão: 51.858 pagantes.

O preço mais barato no duelo com o Galo foi R$ 100 (inteira), no setor Norte. Tirando despesas e retenções, o Flamengo deveria ficar com R$ 1.428.319,42, mas uma penhora no valor de R$ 214.247,91 reduziu o montante destinado aos cofres rubro-negros. 

Na derrota por 1 a 0 para o Grêmio, pela 19ª rodada do Brasileirão, o valor da entrada foi bem mais barato: R$ 40 no mesmo setor Norte. O valor bruto da renda foi de R$ 1.756.965,00. Com o desconto de despesas, retenções e também uma penhora de R$ 107.243,66, o Fla ficou com R$ 607.714,09, equivalente a 34,5%.

Domingo, o Flamengo volta a jogar no Maracanã, contra a Chapecoense, às 19h30m (de Brasília), pela 32ª rodada do Brasileirão. O preço dos ingressos voltou para R$ 40, o mais barato, mas a tendência é que um bom reajuste aconteça em caso de classificação para final da Copa do Brasil.

Borderô Flamengo x Santos (Foto: Divulgação)Borderô do jogo entre Flamengo e Atlético-MG, pela Copa do Brasil (Foto: Divulgação)



Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.