| Futebol

Autuori critica gramado do Maracanã antes de encarar o Fla: "Vergonhoso"

Técnico do Atlético-PR ri ao quase virar meme em entrevista coletiva, mas fecha a cara quando perguntado sobre condições do campo. "É impensável", disse

flameng - Autuori critica gramado do Maracanã antes de encarar o Fla: "Vergonhoso"

A entrevista coletiva de Paulo Autuori no Maracanã na tarde desta terça-feira, véspera da partida entre Atlético-PR e Flamengo pela Libertadores, quase começou com um pequeno acidente. Ao posicionar-se para falar com a imprensa, o técnico quase foi atingido pelo backdrop com os patrocinadores da competição, que ameaçou cair em sua cabeça, mas acabou segurado.

– O máximo que ia acontecer era cair e me derrubar aqui. Não estavam filmando isso? Perderam um bom meme! - comentando o quase acidente, aos risos.

Mas a expressão facial do comandante do Furacão mudou rapidamente após a primeira pergunta dos jornalistas, quando  Autuori ligou a corneta para falar do estado do gramado do estádio.gramado antigo do estádio, que foi castigado pelas cerimônias de abertura e encerramento da Olimpíada e da Paralimpíada, no ano passado.

– Ver o Maracanã do jeito que está é vergonhoso. Pior ainda depois que você entra no gramado. É impensável. Certamente o Flamengo vai ter um gramado muito melhor na llha, cuidado por ele, do que esse, que não condiz com a grandiosidade do Maracanã, com tinta para mascarar, completamente irregular. Isso mostra o abandono que nós estamos. Fazer o quê né - disse em coletiva à imprensa.

O comandante ainda descartou mudanças na estratégia da equipe devido ao estado do campo.

– Ninguém muda, nenhum técnico muda em função do estado do gramado, porque senão, não está sustentado em nada. Embora o nosso futebol não esteja sustentado em nada sólido, é tudo circunstancial. Nós temos uma maneira de jogar e vamos mantê-la, temos que ser leais a ela, fiel àquilo que nos fez chegar até aqui, aquilo que nos faz essa temporada ter passado por todos os processos eliminatórios. É isso que vai criando casca e nível competitivo. Nenhuma equipe no futebol brasileiro está com um nível de regularidade que isso se espera, e isso não é culpa das equipes, jogadores e comissões técnicas, mas do nosso calendário que não permite.

O treinador também evitou comentar sobre desfalques e disse que a enxurrada de reclamações sobre a perda momentânea de jogadores é o que mais o deixa irritado no futebol. Contra o Fla, o Furacão não terá o volante Otávio, o meia Felipe Gedoz e o atacante Pablo.

– Temos outros jogadores. No futebol, a coisa que mais me irrita é lamentação em função de contar com este ou aquele jogador. É ver liminares para um jogador expulso e conseguir uma liminar para jogar. De novo, vamos ver isso acontecer talvez na próxima rodada em algum lugar no Brasil e, aqui no Rio de Janeiro, bem capaz. Então não dá para lamentar. Já estamos convivendo com esse grupo há mais de um ano e você nunca me viu lamentar lesões, que cada vez mais estamos propensos, pelo calendário, ou cartões amarelos, por erros nossos. Não tem que lamentar nada. Esse grupo foi montado justamente para isso.

Leia também
Tabela da Libertadores

– Tenho muitas lembranças positivas do Maracanã, porque sempre estive aqui a ver jogos. Mas sem nostalgia, né (risos). Vou lembrar da década de 60, quando o Santos vinha jogar aqui, para a gente ver o Pelé jogar. A gente via o estádio cheio, mesmo não tendo uma equipe do Rio a jogar, porque se gostava de futebol e se torcia de maneira diferente. Embora as torcidas tivessem rivalidade, e isso que faz a paixão no futebol todo, era um respeito que se tinha a quem torcia para uma equipe diferente. Todos conviviam, e isso mostra a nossa degradação em termos sociais, que não é novidade para ninguém.

Pela Libertadores, o Atlético-PR está na segunda colocação do Grupo 4, com quatro pontos, mesma pontuação da Universidad Católica-CHI, com uma vitória (San Lorenzo) e um empate (Universidad Católica). O Flamengo é o terceiro colocado com três pontos (vitória sobre o San Lorenzo e derrota para a Universidad Católica).  

FLAMENGO X ATLÉTICO-PR - 12/04 - 21h45
3ª rodada do grupo 4 da Libertadores

Local: Maracanã
Time provável do Flamengo: Alex Muralha, Pará, Donatti, Réver e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego; Mancuello, Gabriel e Guerrero
Time provável do Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Deivid, Matheus Rossetto e Lucho González (João Pedro); Crysan, Nikão e Eduardo da Silva

Confira mais notícias do esporte paranaense no globoesporte.com/parana

Fonte: http://globoesporte.globo.com/pr/futebol/libertadores/noticia/2017/04/autuori-critica-gramado-do-maracana-antes-de-encarar-o-fla-vergonhoso.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.