• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Auxiliar de Dome, Jordi Guerrero recebe amarelo por provocar jogadores do Internacional em comemoração

Flamengo e Internacional empataram em 2 a 2 pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em partida que valia a liderança da competição, o Rubro-Negro dominou o segundo tempo e conseguiu o gol de empate, aos 50 minutos. No momento da comemoração, Jordi Guerrero, auxiliar técnico, foi punido e levou um cartão amarelo por provocar o banco de reservas do adversário. O árbitro escreveu na súmula a justificativa da seguinte forma:

– Motivo: A1.24. Outro motivo (somente neste caso, abriria um campo livre para o árbitro digitar o que quiser) – Por provocar o banco de reservas da equipe adversária durante a comemoração do segundo gol para sua equipe.

Além de Jordi, Rodrigo Caetano, dirigente do Inter, se desentendeu com a equipe de arbitragem por conta dos minutos de acréscimos e também foi punido.

O árbitro da partida, Wilton Pereira Sampaio, relatou xingamentos e expulsão de Rodrigo Caetano em súmula. De acordo com o parecer do juiz, o dirigente do Internacional também fez menção sobre a partida da Copa do Brasil em que o time gaúcho acabou perdendo o título o Athletico Paranaense, em 2019.

Com o empate, Flamengo e Internacional continuam com o mesmo número de pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. No entanto, o Rubro-Negro ocupa a segunda colocação devido à uma desvantagem no saldo de gols, assumindo a vice-liderança. Agora, o Mais Querido vira a chave e foca na estreia da Copa do Brasil, nesta quarta (28), contra o Athletico Paranaense, às 21h30 (de Brasília), na Arena da Baixada.

Publicado em colunadofla.com.