| Futebol

Balanço dos reforços do Flamengo: lado direito vai bem, mas gringos e meias deixam a desejar

flameng - Balanço dos reforços do Flamengo: lado direito vai bem, mas gringos e meias deixam a desejar

O LANCE! fez um balanço dos reforços contratados pelo Flamengo desde meados da temporada 2015. O clube trouxe dez jogadores somente para este ano, mas acumula três eliminações e resultados muito ruins. Dos atletas que chegaram, o volante Willian Arão e o lateral Rodinei vão bem. Ambos atuam pelo lado direito do campo. Por outro lado, os estrangeiros ainda não engrenaram, assim como os meias Alan Patrick e Ederson. Confira abaixo, caso a caso, a análise:

Alex Muralha: o goleiro foi contratado neste ano para disputar posição com Paulo Victor, mas até agora é apenas reserva e fez somente dois jogos pelo Flamengo. Parte da torcida defende a ideia de que ele deveria ser titular.

Rodinei, Chiquinho e Arthur Henrique: Rodinei é um dos reforços que vêm se destacando. Ele já atuou 24 vezes pelo Flamengo nesta temporada e é a principal 'válvula de escape' da equipe. Chiquinho chegou neste ano para ser uma sombra de Jorge. Ele chegou a ser utilizado como meia no decorrer de algumas partidas, mas não conseguiu impressionar. O lateral fez oito jogos pelo clube. Já Arthur Henrique ainda nem sequer estreou pelo Flamengo. Ele tem contrato com o clube somente até este mês e já pode sair sem vestir a camisa rubro-negra.

César Martins e Juan: o primeiro foi contratado em meados do ano passado e nunca se firmou como titular no Flamengo. Ele está de saída do clube, com 31 jogos pelo Rubro-Negro. Já Juan foi recontratado pelo clube neste ano. Ele está cheio de moral com a torcida e é o atual capitão do time.

Arão e Cuéllar: Willian Arão é o reforço que mais se destaca no Flamengo. Ele foi contratado após uma tumultuada saída do Botafogo e já fez 26 jogos pelo Flamengo. O colombiano Cuéllar já demonstrou qualidade em alguns jogos, mas ainda não impressionou e precisa de mais regularidade. Ele tem 15 jogos pelo Rubro-Negro. Ambos foram contratados neste ano.

Ederson, Alan Patrick e Mancuello: Ederson é, provavelmente, a maior decepção da lista de reforços desde meados do ano passado. Ele foi contratado em julho de 2015 e nunca justificou o investimento, em 25 jogos pelo clube. Sem espaço, amarga a reserva e não corresponde quando tem chances como titular. Contra o Fortaleza, ele atuou improvisado como centroavante, no lugar de Guerrero, e teve uma atuação ruim. Alan Patrick foi contratado em junho do ano passado e fez alguns bons jogos, num total de 45 partidas pelo clube. Ele é um dos melhores cobradores de falta do elenco, mas peca por não manter uma regularidade. Em resumo, tem qualidade, porém precisa melhorar. Mancuello é o maior investimento do Flamengo para este ano. O argentino foi contratado por cerca de R$ 12 milhões, junto ao Independiente. Carismático, ele é querido pela torcida, mas ainda não provou ser aquele jogador capaz de fazer a diferença a favor do Rubro-Negro, como se esperava. O gringo tem 15 jogos pelo clube.

Guerrero e Fernandinho: o atacante peruano tem 40 jogos pelo Flamengo e 13 gols marcados. Ele é questionado por parte da torcida já que se espera muito da maior contratação do clube desde meados do ano passado. Fernandinho tem apenas três jogos pelo Flamengo e ainda precisa de tempo para ser melhor avaliado.

Já foi: assim como Arthur Henrique, o zagueiro Antônio Carlos foi contratado pelo Flamengo, mas não jogou. Ele já deixou o clube e acertou com a Ponte Preta.

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/balanco-dos-reforcos-lado-direito-vai-bem-mas-gringos-deixam-desejar.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

1 Comentário

AlbériceHá 6 meses

Boa tarde!Concordo com a maioria das análises feitas. Discordo de Cuellar. Tá correndo sozinho na entrada da área, e mesmo assim, não se priva de pedir a bola e iniciar a maioria das jogadas do Flamengo. Ótimo passe para um primeiro volante. Ontem observei uma coisa interessante: o Mancuello se escondendo do jogo o tempo todo. Não é e nunca será o camisa 10 que nós esperamos. Verifiquei também que ele se destacava no seu clube jogando como segundo volante. Nao é o meia clássico. Será que só eu vejo que o time melhora quando entra o Alan Patrick? Será que só eu vejo que o Cirino tá "cagando e andando" se o time tá ganhando ou perdendo? Será que só eu vejo que não dá mais pro Ederson continuar vestindo a camisa do Flamengo? E o Muricy vai insistir no 4-3-3 até quando? Tá ridículo isso...Sou torcedor fanático, não vou deixar de apoiar nunca, mas tá difícil assistir jogo do Flamengo...SRN

Carregar mais