| Futebol

Bandeira comenta tributo à Chape e lamenta morte de atletas ex-Flamengo

flameng - Bandeira comenta tributo à Chape e lamenta morte de atletas ex-Flamengo

Seguindo os movimentos de homenagem às vítimas do voo que carregava a delegação da Chapecoense e sofreu um trágico acidente na Colômbia, o Flamengo realizou um minuto de silêncio antes de seu treinamento desta quarta-feira em memória aos ex-colegas de profissão e de imprensa. Após o tributo, o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, comentou o momento antes da atividade e mandou condolências aos afetados pela tragédia, dando um destaque especial para o jornalista Victorino Chermont, que constantemente cobria jornalisticamente os trabalhos do clube, e para três jogadores que passaram pela equipe: Cléber Santana, Marcelo e Arthur Maia.

Leia mais:

Flamengo faz um minuto de silêncio antes do treino no Rio

Flamengo crê em manuntenção do elenco com trunfo para títulos

“Hoje nós fizemos um momento de reflexão sobre toda essa situação que atingiu não só a Chapecoense, mas à imprensa esportiva brasileira. É um momento triste para todos nós e isso afeta diretamente os jogadores. Três dos jogadores da Chapecoense estavam aqui conosco até pouco tempo, eram colegas deles, então eles estão realmente muito abalados. Aquilo que fizemos no centro do campo foi uma homenagem discreta, mas extremamente espontânea, que tocou o coração de todos os jogadores, principalmente os que conviveram com Cléber Santana, Marcelo, Arthur Maia, além dos profissionais da imprensa que conviviam com eles, como o Victorino Chermont, que poderia estar aqui. Era amigo de todos nós, assim como muitos outros dos que estavam no voo”, lamentou o mandatário.

Bandeira de Mello se colocou à disposição para ajudar a Chape, mas alertou que momento é de luto (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Bandeira de Mello ainda aproveitou para elogiar as campanhas que têm sido feitas para mobilizar a ajuda de outros clubes brasileiros à Chapecoense e colocou o Flamengo à disposição para entrar nestes movimentos. O presidente, no entanto, afirmou que as pessoas precisam respeitar a dor dos familiares e que ainda é muito cedo para se tomar ações efetivas de auxílio à equipe catarinense.

“Ainda não estamos preocupados com essa questão, pois ainda não é o momento. Vários amigos nossos partiram. Várias famílias estão desassistidas. Ainda é muito prematuro para falarmos em detalhes. É claro que o Flamengo liderará qualquer esforço para que a Chapecoense se reerga, mas ainda não queria entrar muito em detalhes, pois é algo que devemos fazer em seu devido tempo. Isso não é nenhuma crítica a quem lançou essas ideias ontem. São todas pessoas bem intencionadas, que estão sofrendo assim como todos nós, mas creio que cada coisa deve ser resolvida em seu determinado tempo. Neste momento, cuidemos das pessoas que mais estão precisando”, completou.

Por conta da tragédia envolvendo a delegação da Chapecoense, a rodada do Campeonato Brasileiro foi adiada. Com isso, o Flamengo volta a atuar somente no dia 11 de dezembro, quando visita o Atlético-PR, na Arena da Baixada. A equipe, porém, não deixará de realizar treinamentos e tem uma atividade marcada já para a manhã desta quinta-feira.

Fonte: http://www.gazetaesportiva.com/flamengo/bandeira-comenta-tributo-a-chape-e-lamenta-morte-de-atletas-ex-flamengo/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.