Em entrevista concedida à ESPN e publicada pelo site ​UOL Esporte, o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, não titubeou ao comentar a frustração sobretudo em relação aos reforços que vieram do exterior. Sem citar nomes, o mandatário deu mostras de que espera um retorno maior e mais imediato em 2018:

"Com certeza alguns jogadores que trouxemos não tiveram tempo para se adaptar. Foram jogadores que vieram do futebol chinês, do Oriente Médio, do futebol russo...Acredito que com uma boa temporada e começando do zero, eles vão fazer muito melhor que fizeram", avaliou.

A lista dos reforços que ficaram abaixo da crítica é extensa. Dentre os que vieram de outros países e pouco renderam estão jogadores dos quilates de Conca, Romulo, Éverton Ribeiro e Geuvânio. Não à toa, a vontade maciça da diretoria é de que haja mudanças no elenco, na comissão técnica e até mesmo no departamento de futebol. O primeiro obstáculo quanto a isso, porém, é convencer o próprio presidente de que mexidas radicais são o melhor caminho para dentro de campo o time entrar nos eixos.

​​