| Futebol

Bandeira deu aval a censura de vice de comunicação e não consultou demais dirigentes

flameng - Bandeira deu aval a censura de vice de comunicação e não consultou demais dirigentes

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, deu o aval para a determinação do vice de comunicação do clube, Antônio Tabet, para que o repórter Diogo Dantas, do EXTRA e do GLOBO, não fizesse perguntas ao técnico Reinaldo Rueda na coletiva desta sexta-feira, no Ninho do Urubu.

O mandatário, porém, não consultou os demais vice-presidentes, que não participaram da decisão e não concordaram, assim como os profissionais do departamento de comunicação.

O clube divulgou uma nota tentando explicar a censura ao veículo, mas minutos depois informou que o jornalista não seria mais impedido de fazer perguntas. A repercussão negativa foi levada em conta.

Antes do começo da entrevista, os assessores sinalizaram que o repórter não poderia fazer perguntas. Mesmo assim, Diogo Dantas entrou na sala de coletiva e solicitou o microfone mais de uma vez. O presidente Eduardo Bandeira de Mello e o diretor-geral Fred Luz estavam no recinto e nada fizeram. O diretor de futebol Rodrigo Caetano chegou ao fim da coletiva e também nada fez.

A proibição acontece no mesmo dia em que o jornal informou que o departamento de inteligência orientou o goleiro Alex Roberto para que pulasse no mesmo canto na decisão dos pênaltis contra o Cruzeiro, na final da Copa do Brasil, na última quarta-feira. O EXTRA também noticiou que Tabet comemorou em redes sociais a liderança do clube nos meios digitais menos de 24h após perder o título.

Fonte: https://extra.globo.com/esporte/flamengo/bandeira-deu-aval-censura-de-vice-de-comunicacao-nao-consultou-demais-dirigentes-21891643.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.