Bandeira diz que vai ‘fazer o que Marina mandar’ em campanha eleitoral

Bandeira diz que vai ‘fazer o que Marina mandar’ em campanha eleitoral

Em seu último ano de mandato como presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello está prestes a ingressar no cenário político nacional. O mandatário rubro-negro se filiou recentemente ao partido REDE Sustentabilidade, que tem a presidenciável Marina Silva como líder.

Até então, Bandeira não sabe a qual cargo vai concorrer, podendo sair na disputa para deputado federal, estadual ou, até mesmo, para vice-presidente. Sem tal definição, ele segue com seus trabalhos à frente do clube e, de acordo com matéria publicada pela Veja, o dirigente do Fla garante: “Vou fazer o que a Marina mandar”.

Eduardo Bandeira está no cargo mais alto do Flamengo desde 2013. Dentre seus feitos para o clube, o principal é a reformulação estrutural e financeira da equipe. Em contrapartida, a postura do presidente com pessoas da diretoria e a falta de títulos no futebol são pontos de grande contestação ao cartola.

Como está em seu segundo mandato no Mais Querido, ele não poderá ser reeleito para mais um triênio. Desta forma, Bandeira vai indicar um novo nome para ser seu sucessor. Até agora, os nomes de Ricardo Lomba, vice de futebol, e Carlos Pracownik, vice de finanças, são os mais cotados.