Bandeira fala de multas do Flamengo e questiona Prefeitura: "Elogiou o que vinha sendo feito"

Bandeira fala de multas do Flamengo e questiona Prefeitura: "Elogiou o que vinha sendo feito"
FOX Sports

Em silêncio desde a tragédia no Ninho do Urubu, na última sexta-feira, Eduardo Bandeira de Mello falou pela primeira vez sobre o ocorrido. Em entrevista à rádio Globo, o ex-presidente do clube carioca lamentou o incêndio, falou sobre a estrutura do local e das multas aplicadas pela Prefeitura:

"É um alojamento confortável, não era definitivo, estavam programados para se mudar para o módulo que abrigava o profissional. Embora não fosse definitivo, era uma instalação que tinha conforto, elogiada por muitos deles. Por vários jornalistas que cobriam o Flamengo", afirmou Bandeira, que completou:

"Sobre as multas, não sei no que ela (Prefeitura) se refere. Em momento nenhum chegou algo de condição do trabalho, segurança dos atletas e funcionários que ficam alojados no clube. Nunca houve nenhum tipo de interdição do CT baseado em condições de segurança e trabalho. Surreal que a Prefeitura tente interditar uma instalação e não consiga. O que me lembro que a Prefeitura elogiou o que vinha sendo feito nessa questão de tratamento dessas crianças. A imprensa já divulgou", explicou.

Ainda na entrevista, Bandeira deixou claro que está à disposição do Flamengo para ajudar neste ano. Além disso, afirmou que ligou para o presidente Rodolfo Landim no mesmo dia da tragédia:

"É claro também que o fato de eu ter oferecido ajuda implica que eu seja convidado para qualquer coisa, até porque, como falei, essas questões operacionais passavam distante da minha atividade. Me sinto muito bem representado pelo Flavio Willemann e pelo Alexandre Wrobel", finalizou.

Saiba mais

Autópsia revela que Sala morreu por lesões na cabeça e no tronco

United já tem nome preferido para ser o treinador da próxima temporada

Marcelo fala sobre saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid

Crédito da imagem: Staff Images/Flamengo