Bandeira fala pela primeira vez sobre aumento da suspensão de Guerrero

Bandeira fala pela primeira vez sobre aumento da suspensão de Guerrero

Na última segunda-feira (14), o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) decidiu punir Guerrero por 14 meses por conta do caso de doping. Com tal suspensão, o peruano dificilmente voltará a vestir a camisa do Flamengo. O presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, foi questionado sobre o assunto na noite da última quarta (16), após a vitória por 2 a 0 sobre o Emelec.

Bandeira preferiu não falar sobre o futuro, sem tocar em assuntos como uma possível renovação de contrato ou reviravolta no caso – como os advogados do peruano projetam -, se resumindo a dizer que vai conversar com o jogador quando o mesmo retornar ao Brasil.

— Somos obrigados a acatar a decisão da Fifa, e vamos cumpri-la. Eu vou falar com ele (Paolo Guerrero) pessoalmente, quando ele estiver aqui. Ele me conhece, conhece o Flamengo e conhece os seus companheiros —, afirmou o mandatário Rubro-Negro.

O contrato de Guerrero com o Flamengo vai até o dia 10 de agosto, mas ficará suspenso enquanto o atleta estiver suspenso. Sendo assim, o encerramento do vínculo será antes do atleta ficar liberado para voltar aos gramados. Desta forma, há a possibilidade do clube da Gávea ir atrás de um novo centroavante.