Barbieri, do Flamengo, pede Maracanã lotado contra o Emelec: 'Espero que a torcida compareça'

Barbieri, do Flamengo, pede Maracanã lotado contra o Emelec: 'Espero que a torcida compareça'

Depois de seguidas eliminações na fase de grupos da Libertadores, o Flamengo tem a chance de garantir sua classificação para as oitavas de final da competição com uma rodada de antecedência na quarta-feira, quando enfrentará o Emelec, do Equador, no Maracanã. De acordo com o técnico Maurício Barbieri, a importância do duelo pesou para a decisão de poupar jogadores contra a Chapecoense.

- Dependemos apenas de nós mesmos para nos classificarmos para a segunda fase da Libertadores. Será um jogo fundamental na quarta-feira, o primeiro na Libertadores com a torcida. Espero que ela compareça em peso - frisou.

Até sexta-feira, 35 mil ingressos tinham sido vendidos. Preocupado com o jogo, ele destacou que o desgaste físico pesou na decisão de poupar jogadores - Rodolpho, Renê, Cuéllar,Vinícius Júnior e Geuvânio ficaram no banco de reservas, enquanto que Diego Alves, Réver, Paquetá e Éverton Ribeiro sequer viajaram para Santa Catarina.

- Avaliamos, muitos estavam desgastados. Nossa ideia era ganhar o jogo contra a capecoense. Mas uma equipe que não vem atuando junto vai ter dificuldades. Erramos mais do que costumamos. Fizemos um primeiro tempo abaixo do esperado. No segundo, crescemos - ressaltou.

Depois da partida de domingo, o técnico Maurício Barbieri lamentou a arbitragem de Leandro Vuaden. O treinador destacou que o pênalti apontado contra o Flamengo foi o segundo erro de árbitros que prejudicaram sua equipe neste Brasileiro.