Barbieri faz mudanças no treino do Flamengo

Barbieri faz mudanças no treino do Flamengo
Até encontrar um treinador, interino segue no comando da equipe rubro-negra (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Enquanto o Flamengo não consegue a contratação de um treinador, o interino Maurício Barbieri segue trabalhando no sentido de montar o time para a estreia no Campeonato Brasileiro, prevista para o próximo sábado, às 19h (de Brasília), no Estádio Barradão, em Salvador (BA). Ele comandou um treino coletivo na manhã desta terça-feira, no Ninho do Urubu, e fez alterações em relação ao amistoso diante do Atlético-GO, vencido pelos flamenguistas por 3 a 1 no fim de semana.

No treino desta terça-feira, Barbieri barrou o lateral-direito Rodinei e o meia Everton Ribeiro. Pará assumiu a lateral e Willian Arão ganhou uma oportunidade no meio-de-campo, deixando nítido que o treinador está preocupado com a proteção ao setor defensivo.

Outra alteração no treino, mas esta já esperada, era o retorno do goleiro Diego Alves, poupado do amistoso em Goiás por conta de dores musculares. Ele reapareceu no lugar de César.

Dessa maneira, o time que trabalhou nesta terça-feira teve: Diego Alves, Pará, Juan, Réver e René; Gustavo Cuéllar, Willian Arão, Lucas Paquetá, Diego e Everton; Henrique Dourado. Durante a atividsade Juan foi preservado e Léo Duarte assumiu o time titular.

O que chamou atenção na atividade foi a presença de uma mesa tática, levada pelo treinador para explicar para os atletas algumas questões envolvendo posicionamento.

Quem esteve no treino prestigiando a atividade foram o vice-presidente de futebol Ricardo Lomba e o diretor de futebol Carlos Noval. Ambos prestigiaram o treinador e são defensores da efetivação de Barbieri. Porém, o presidente Eduardo Bandeira de Mello e o CEO Fred Luz preferem a contratação de um profissional mais experiente em um ano complicado, com a participação na Copa Libertadores sendo a prioridade.

Ainda sobre a questão do novo treinador, o clube já recebeu não de Cuca, de Abel Braga e de Renato Gaúcho. Também sondou sem sucesso Luiz Felipe Scolari. Ao longo da semana podem surgir outras possibilidades, porém, a pressa que parecia existir na semana passada foi reduzida consideravelmente por conta das dificuldades encontradas no mercado. Um nome estrangeiro também não faz parte dos planos.