| Futebol

Basquete: Flamengo bate Mogi e se firma na vice-liderança do NBB

Flamengo e Mogi das Cruzes/Helbor fizeram uma partida eletrizante na noite da última terça-feira, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro. O equilíbrio predominou durante boa parte do duelo, mas, no último quarto, os rubro-negros foram amplamente superiores e venceram um dos melhores jogos do NBB até o momento, pelo placar de 96 a 87.

Com o resultado, o Flamengo chegou ao 14º triunfo em 19 partidas realizadas e se manteve colado no líder UniCEUB/BRBCARD/Brasília. Além disso, a equipe ainda se distanciou do rival Mogi, que conheceu sua sétima derrota também em 19 jogos disputados e caiu da terceira para a quinta colocação. O dono do terceiro lugar agora é o Gocil/Bauru.

Pela 12ª vez na temporada, Olivinha atingiu dígitos duplos em pontos e rebotes. Foram 16 pontos e dez rebotes para o líder histórico de duplos-duplos do NBB. Ainda no terceiro quarto, o camisa 16 já tinha garantido o duplo-duplo. Outro atleta a ter destaque a favor do Flamengo foi Marquinhos, cestinha da equipe, com 20 pontos.

Do lado mogiano, o destaque ficou por conta de Shamell. Chamando a responsabilidade o tempo todo, o ala norte-americano marcou 29 pontos, com direito a cinco bolas de três convertidas em sete tentativas, e foi o cestinha da partida. Com 11 pontos, seu compatriota Tyrone, que retornou de suspensão do STJD, também apareceu bem.

O Mogi das Cruzes/Helbor seguirá no Estado do Rio de Janeiro e enfrentará o Macaé Basquete, na próxima quinta-feira, às 19h30, no Ginásio Juquinha. Na mesma data, o Flamengo receberá o Campo Mourão Basquete, às 20 horas, com transmissão ao vivo via Facebook Live na página oficial do NBB.

Bauru vence a 6ª seguida e se isola em 3º

O voo do Dragão tem um rumo certo: o topo. Na noite da última terça-feira, o Gocil/Bauru Basket conquistou sua sexta vitória consecutiva na competição ao levar a melhor sobre o E.C. Pinheiros, no Ginásio Panela de Pressão, pelo placar de 74 a 64, e se isolou na terceira colocação graças à derrota do Mogi das Cruzes/Helbor para o vice-líder Flamengo.

Alex Garcia e Jefferson William atacaram novamente e lideraram mais um voo do Dragão. Os dois atletas registraram 22 pontos e oito rebotes e fizeram o quarto jogo com pelo menos 18 pontos desde a saída de Rafael Hettsheimeir, há cinco rodadas. Alguém segura essa dupla?

Mas não é só a dupla Alex e Jefferson que tem garantido as vitórias bauruenses. No lado da defesa, o time do técnico Demétrius Ferracciú fez seu sexto jogo seguido sofrendo menos de 70 pontos - todos eles com vitória. Com isso, a equipe segue no posto de melhor defesa do NBB, com média de 73,74 pontos sofridos por jogo.

Com seis triunfos seguidos, o Bauru segue com a maior sequência de vitórias em vigor da temporada. Mais do que isso, a equipe subiu mais uma posição e agora está isolado em terceiro, com campanha de 12 êxitos em 18 jogos (66,6% de aproveitamento), isso graças à derrota do Mogi para o Flamengo.

Líder Brasília bate Paulistano

Com a vitória do Flamengo nesta noite, o UniCEUB/BRBCARD/Brasília não podia tropeçar de nenhuma forma se quisesse manter a liderança do NBB. Em um jogo de tirar o fôlego, o time da capital federal bateu o Paulistano/Corpore, por 85 a 76, na última terça-feira, no Ginásio da ASCEB, e permaneceu no topo da tabela de classificação.

É quase rotina falar de Fúlvio, no entanto, a noite desta terça-feira do camisa 11 da equipe candanga foi realmente inspirada. Extremamente decisivo no último quarto, o armador deixou o jogo com 20 pontos, cinco rebotes e oito assistências, totalizando uma eficiência de 27, sua melhor dentro da competição.

Contratação do Paulistano no meio da temporada, Daniel Hure teve sua melhor atuação no NBB. Vindo do banco de reservas, o ala/pivô argentino quebrou seu recorde com 21 pontos anotados, em um aproveitamento de 77,8%, e ainda contribuiu com quatro rebotes, em menos de 28 minutos dentro das quatro linhas.

Com o triunfo, a equipe candanga manteve-se a frente de todos os outros adversários, agora com 14 resultados positivos contra cinco negativos na temporada. Já o Paulistano segue na décima colocação, com oito vitórias em 19 partidas.

Campo Mourão vence em Macaé e volta a sorrir

O Campo Mourão dominou e sobrou no Ginásio Juquinha. Com atuação dominante desde o início, o representante do Paraná se impôs diante do Macaé Basquete e levou a melhor no confronto da última terça-feira pelo placar de 91 a 78. Com isso, o Leão se recuperou da derrota para o Vasco da Gama no último sábado.

Para sair de quadra com esta grande vitória fora de casa, o time paranaense contou com atuações expressivas da dupla Betinho e Isaac Thornton, responsável por 48 dos 91 pontos da equipe (52,2%). Com 22 pontos, o norte-americano registrou seu recorde no NBB, enquanto o brasileiro anotou 26 e se firmou ainda mais no posto de cestinha do campeonato, agora com média de 20,3 pontos.

Kendall Anthony voltou a apresentar números para lá de expressivos. O baixinho norte-americano terminou a partida com 20 pontos, além de cinco assistências. Com isso, o armador fez seu sexto jogo com 20 pontos ou mais, o terceiro nos últimos cinco jogos. Quem também apareceu bem pelo Macaé foi Schneider, com 22 tentos.

Com o resultado, o time de Campo Mourão igualou a campanha do Vasco da Gama (11 vitórias em 19 partidas - 57,9% de aproveitamento) e tomou a oitava colocação da equipe cruzmaltina devido à vantagem no desempate por confronto direto. Por sua vez, os macaenses ficaram com a mesma campanha do Banrisul/Caxias do Sul Basquete (três triunfos em 19 jogos - 15,8% de aproveitamento) e caiu para a lanterna do NBB.

Minas supera LSB e espanta perseguidores do G-12

Equilibrada desde seu início, a partida de fundamental importância entre Minas Tênis Clube e LSB/Uniso foi vencida pelos donos da casa, por 68 a 61, na última terça-feira, em Belo Horizonte (MG). Com isso, os mineiros abriram distância de seus perseguidores por um lugar no G-12, zona de classificação aos playoffs do NBB.

O ala/pivô norte-americano Drew Maynard, do Minas, foi o grande destaque da partida, na qual anotou 20 pontos e pegou dez rebotes, números que deram ao camisa 32 o quinto duplo-duplo no torneio. Outro nome fundamental na vitória mineira foi Danilo Siqueira, com 17 pontos em 25 tentados (68,0% de aproveitamento).

Apesar da derrota, a Liga Sorocabana esteve viva até os últimos segundos e foi derrotada nos detalhes. O principal nome do time paulista na partida foi Rafael Castellon, que com 20 pontos e cinco rebotes, tentou de todas as formas levar sua a equipe a mais uma vitória.

Com o resultado positivo, o Minas manteve a 12ª colocação e chegou a sete vitórias em 19 partidas na temporada, se distanciando um pouco mais da própria Liga Sorocabana, que segue com quatro triunfos e agora com 15 derrotas no NBB, na 13ª posição

Fonte: https://esportes.yahoo.com/noticias/basquete-flamengo-bate-mogi-e-185050940.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.