Flamengo  RJ
menu
search
Bem-servido? Atacantes do Flamengo, Gabigol e Pedro esbanjam números impressionantes no Brasileirão
13 de outubro de 2021 às 14:34h
Bem-servido? Atacantes do Flamengo, Gabigol e Pedro esbanjam números impressionantes no Brasileirão

Desde que adquiriu Pedro em definitivo, o Flamengo tem estado muito bem-servido na posição de centroavante. Para muitos, a dupla com Gabigol é a melhor do Brasil no setor. Aliando técnica e precisão à velocidade e criatividade, os camisas 9 e 21 deixam a Nação na boa para curtir muitos gols. Além das exibições, os números também comprovam a eficiência dos atacantes, visto que ambos esbanjam excelentes estatísticas nesta edição do Brasileirão.

Até o momento, Gabigol disputou apenas oito jogos como titular neste Campeonato Brasileiro, mas aproveitou bem as oportunidades. O atacante tem média de uma participação em gol a cada 79 minutos no certame, ou seja, mais de uma por cotejo. Enquanto isso, Pedro se destaca com seis tentos e três assistências em 12 compromissos entre os 11 iniciais. A importância do centroavante é vista também nos passes decisivos, já que acumula dez a mais do que o camisa 9. Os números são do portal estatístico ‘SofaScore’.

CONFIRA A PUBLICAÇÃO:

Vale destacar que, neste Brasileirão, nenhum jogador foi desfalque por tantas partidas como Gabigol. Entre convocações, lesões e suspensões, o Príncipe da Nação participou de apenas oito dos 22 jogos disputados pelo Flamengo na liga nacional. Com isso, Pedro tem sido figura assídua na ausência do titular e tem feito o melhor de si. O centroavante, inclusive, marcou diante do Fortaleza, no último compromisso do Flamengo no Campeonato Brasileiro.

Com Gabigol na Seleção, Pedro deve seguir como titular no comando de ataque do Mengão no próximo compromisso pelo Brasileirão. Em jogo válido pela 26ª rodada, o Flamengo enfrenta o Juventude nesta quarta-feira (13), às 19h (horário de Brasília), no Maracanã. A partida contará com exibição do Premiere FC, mas o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, no YouTube.

Publicado em colunadofla.com