| Futebol

Benite e Marquinhos falam sobre o Final Four

Jogadores do Orgulho da Nação convocam a torcida e querem se impor na quadra em busca da vitória no primeiro jogo

Às vésperas de mais um Final Four, o Orgulho da Nação continua sua preparação intensa para o jogo de sábado (14.03) contra o Pioneros de Quintana Roo. O vencedor da partida entre o Flamengo e o time mexicano vai à final da Liga das Américas (LDA)2015, que acontece no domingo (15.03), no Maracanãzinho. Para alcançar o bicampeonato, o FlaBasquete conta com um time que foi campeão de tudo que disputou em 2014 e que tem como sua principal característica um elenco forte, repleto de atletas que podem desequilibrar.

Um desses nomes é Victor Benite. Desde que chegou à Gávea em 2012, o ala-armador rubro-negro rapidamente se tornou um dos nomes mais importantes do elenco comandado por José Neto. Acostumado a fazer a diferença em finais de jogo e momentos decisivos de campeonatos, o camisa número oito do Orgulho da Nação não escondeu a sua expectativa pelo Final Four. "A equipe, do começo da temporada até aqui, passou por um momento de crescimento muito bom. Tivemos alguns problemas, começamos não jogando tão bem, mas fomos nos acertando, as peças foram encaixando e chegamos nessa fase final com todos no máximo da forma física e bastante confiantes. Esse Final Four é de jogos únicos, onde se você perde está fora, se ganha está na final, e é muito importante estarmos com o psicológico bem preparado. Espero o ginásio lotado, a torcida do Flamengo fazendo muita pressão,como já é de costume, e com o nosso time jogando com muita raça. Temos de ter a consciência que estamos em casa e a pressão tem que ser em cima dos adversários. Farei o que for necessário para tentar ajudar o máximo possível", disse Benite.

Até aqui, o Orgulho da Nação perdeu apenas uma partida nesta LDA, justamente para o Pioneros, time que o Flamengo enfrenta novamente neste sábado. Ciente de que o Rubro-Negro não terá vida fácil nesse primeiro jogo do Final Four, o ala-armador não tem dúvidas que a Maior Torcida do Mundo será ainda ainda mais importante que os torcedores mexicanos foram no primeiro confronto em sua casa. "A torcida do Flamengo quando lota um ginásio, ou um estádio, faz uma pressão maior que qualquer torcida consegue fazer. Se soubermos usar isso dentro de quadra a nosso favor para elevar nossa moral e confiança, temos tudo para mostrar que somos um só: torcedores e jogadores mostrando que ganhar de nós não é fácil. Queremos mostrar que a nossa pressão pode ser muito pior do que qualquer outra que encaramos por aí", completou.

Mas não é só Victor Benite que falou sobre a importância de escrever uma história diferente nesse segundo confronto entre Flamengo e Pioneros de Quintana Roo. Outra peça importantíssima do elenco do Orgulho da Nação, o ala-armador Marquinhos deixou clara a sua vontade de vencer. "Fizemos uma grande partida no México até o fim do terceiro quarto, quando caímos um pouco de ritmo. Isso, bem provavelmente, aconteceu por estarmos desfalcados naquela oportunidade, o que atrapalha a rotatividade característica donosso time. Espero que joguemos bem todos os quartos no sábado. Temos que prosseguir com uma das nossas maiores características de atacar coletivamente para encontrar alguém com situação favorável para converter a cesta".

Também com três anos de Gávea, assim como Benite, Marquinhos aproveitou para mais uma vez chamar a torcida do Mais Queridopara comparecer ao Maracanãzinho. Vamos colocar pressão na equipe deles, sem que deixemos de nos defender muito bem também. Estou aqui, convocando toda a Nação Rubro-Negra para nos apoiar visando mais uma conquista. Vocês fazem a diferença", finalizou.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/20638/benite-e-marquinhos-falam-sobre-o-final-four

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.