| Futebol

Benite passa no teste, é relacionado para final e sonha com cesta decisiva

Após conversa com comissão técnica, armador do Fla volta a jogar depois de cinco meses parado em razão de uma grave lesão no ligamento cruzado do joelho esquerdo

Acabou o mistério. Após cerca de cinco meses de recuperação, em razão de uma cirurgia no ligamento cruzado do joelho esquerdo, Vitor Benite está de volta às quadras. Liberado pelo departamento médico do Flamengo para voltar a treinar com o resto da equipe há uma semana, o ala/armador não sentiu nada no local lesionado e está relacionado para a final deste sábado, contra o Paulistano, às 10h10, na Arena da Barra.

- Vivi uma agonia muito grande nesses últimos dias. Quanto mais vai se aproximando o dia do jogo, mas ansioso a gente fica para saber se vai realmente poder jogar. Mas deu tudo certo e estou muito feliz em voltar e poder ajudar a equipe num momento decisivo. Só tive receio durante a recuperação, de como meu joelho reagiria depois de tanto tempo. Mas o trabalho do departamento médico e dos fisioterapeutas foi muito bom e desde que voltei aos treinamentos me senti seguro e confiante de que estaria em quadra. É claro que nada acontece por acaso e a gente imagina fazer um grande jogo. Matar a bolinha do título, então, daria um livro. Já imaginou? – brincou o sorridente Benite

Mas a decisão não foi tão fácil de ser tomada. Ela só veio nesta quinta-feira em conjunto com a comissão técnica, o departamento médico e o próprio jogador. De acordo com o técnico José Neto, mais importante do que a avaliação positiva do médico Cláudio Cardone, foi a vontade e a confiança demonstrada pelo jogador durante os treinos de estar em quadra neste sábado.

- Do ponto de vista médico, ele já estava recuperado e apto para jogar, mas estávamos preocupados como o jogador voltaria depois de tanto tempo. Nossa principal dúvida é como ele iria se reagir aos treinamentos com o restante da equipe. Ele realizou todos os movimentos com desenvoltura e mostrou confiança. Mas a certeza só veio quando ouvimos do próprio Benite que ele estava pronto – afirmou Neto.

A chance de jogar a final do NBB acabou sendo um prêmio para o esforço do jogador, que na temporada passada atuou praticamente em toda a competição e acabou ficando fora da final contra o Uberlândia. No entanto, o técnico José Neto afirmou que a decisão de relacionar o jogador para a partida foi puramente uma decisão técnica.

- Em momento algum tomamos essa decisão pensando em fazer uma homenagem ao Benite. Decidimos por isso porque acreditamos que ele é um jogador importante, que representa muito para o Flamengo e que é de total confiança do resto do grupo. Se não achássemos que ele poderia nos ajudar, certamente ele ficaria de fora – disse o treinador rubro-negro.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.